Programação
03/09/2018, 22:56

DogTV chega ao lineup da Net

Lançado no Brasil em outubro passado, com distribuição da Discovery, o canal DogTV chega esta semana à base da Net em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo o vice-presidente de conteúdo e distribuição do DogTV, Yoav Ze'evi, crescer em um mercado com um canal dedicado aos cães e desenvolvido especialmente para eles leva algum tempo, mesmo em um local como o Brasil, que é o segundo maior mercado pet do mundo. "Precisamos construir awareness. Não se trata apenas de marketing, mas de educar", disse o executivo em entrevista ao TELA VIVA News.

Para Yoav, a chegada à base da Net ajudará a educar os donos de cães no país e terá impacto na base de assinantes do canal até mesmo nas outras operadoras. No Brasil, cerca de 44% dos lares têm um cachorro de estimação. O percentual de donos que afirmam que os cães são membros da família supera os 30%, e 29% os consideram as crianças da casa.

"Precisamos construir awareness. Não se trata apenas de marketing, mas de educar", diz Yoav Ze'evi.

O canal à la carte tem uma programação dedicada a relaxar e entreter os cachorros que ficam sozinhos em casa. Estudos acadêmicos e o trabalho de quatro especialistas em comportamento canino orientaram o desenvolvimento do conteúdo exclusivo do canal, que traz cores, temas e escalas tonais – visuais e sonoras – atraentes para os cães. A sonoridade foi criada a partir de timbres, frequências e volumes agradáveis para os animais, e os elementos visuais respeitam as características fisiológicas próprias da visão canina.

Para humanos

Além do conteúdo dedicado aos animais, o DogTV começou a produzir no último ano conteúdos para os donos dos animais nos Estados Unidos. "Sempre quisemos engajar com os donos, mas não poderia ser na grade do canal. Buscamos uma proposta única", diz o executivo. O canal passou a usar as redes sociais para chegar com seus conteúdos aos donos dos animais. São programas de curta duração que trazem dicas, recomendações de produtos, informações veterinárias e até programas culinários e de bricolagem.

Embora tenha sido criado para o mercado americano, o conteúdo pode ser visto em qualquer lugar do mundo nas redes sociais do canal. Segundo Yoav, o canal não descarta traduzir os conteúdos para o mercado brasileiro e até mesmo produzir localmente. Além das redes sociais, explica, o conteúdo poderia ir para as plataformas de VOD das operadoras.

O canal está disponível também para a base da Sky desde o seu o lançamento no Brasil.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top