MERCADO
05/09/2018, 22:21

Entidades do audiovisual lançam cartilha contra o assédio sexual

As principais entidades do audiovisual brasileiro lançam a cartilha "Pacto de Responsabilidade Antiassédio Sexual no Setor do Audiovisual", documento feito em regime colaborativo que inclui um leque de informações, recomendações de procedimentos ante comportamentos abusivos e boas práticas em casos de ocorrências no ambiente de trabalho e adjacências. A cartilha é fruto dos esforços de um grupo de trabalho surgido a partir da provocação ao setor feita por Antônia Pellegrino (escritora, roteirista e cofundadora do blog da Folha de SP "Agora é Que São Elas") e sob liderança da APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, quando entidades representativas das empresas e dos trabalhadores do segmento se uniram em torno de um Pacto de Responsabilidade Antiassédio no Setor Audiovisual. O objetivo agora é o desenvolvimento de uma série de ações visando orientar e prevenir esse tipo de atitude dentro das produtoras e nos sets de filmagem.

A elaboração da cartilha contou com a participação dos produtores e de um grupo de advogados especialistas em Direito do Entretenimento. Para propagar a cartilha e conscientizar o setor, será apresentada em breve ao mercado uma campanha em desenvolvimento pela agência F/Nazca Saatchi & Saatchi.

Participaram da formatação da cartilha as entidades do audiovisual APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais), BRAVI (Brasil Audiovisual Independente), SIAESP (Sindicato das Indústrias Audiovisual do Estado de S. Paulo), SICAV (Sindicato Interestadual da Indústria Audiovisual), SINDCINE (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal), SATED -SP (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo), além de representantes das principais lideranças do mercado e de produtoras.
Outras entidades tomaram contato com o material e também aderiram ao conteúdo, num esforço de torná-lo cada vez mais representativo de todos os profissionais envolvidos na cadeia produtiva do setor. São elas: ABRACI (Associação Brasileira de Cineastas), ABRAGAMES (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos), ABRAMINA (Associação Brasileira de Empresas Produtoras de Animação), APACI (Associação Paulista de Cineastas), APROSOM (Associação Brasileira das Produtoras de Som), CONNE (Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste) e STIC (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo). A cartilha está disponível para download aqui.

A cartilha é publicada na esteira de movimentos como o Time's Up dos EUA e o brasileiro Mexeu com Uma, Mexeu com Todas (#chegadeassédio). A inspiração vem do documento publicado em Janeiro de 2018 pelo PGA – Producers Guild of America.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top