ESTREIA
07/02/2019, 18:01

Boutique Filmes assina primeira comédia nacional original da Warner e desenvolve novo projeto com a Netflix

Nesta quinta-feira, 07 de fevereiro, às 19h35, a Warner estreia "Mal Me Quer", primeira série de comédia nacional original do canal. "Estamos muito felizes de estar abrindo essa porta do gênero na Warner, que já tem na grade títulos de comédia muito bons. É um desafio diferente, mais relacionado a roteiro e atuação, e não tanto de produção, como são as outras coisas que fazemos. São mais detalhes: encontrar o casting correto, ler o roteiro com atenção, entre outros.", afirma Tiago Mello, produtor-executivo da Boutique Filmes, que assina a coprodução da série inédita, em entrevista exclusiva. A Boutique embarca na nova empreitada trazendo um currículo forte nos segmentos de ficção (como "3%", da Netflix) e infantis ("O Zoo da Zu" e "SOS Fada Manu", ambas indicadas ao International Emmy Kids Awards).

Ana Reber e Rodrigo Castilho são os criadores de "Mal Me Quer" que, ao lado do Mello, cuidaram de todas as etapas da produção, desde os roteiros, a escolha do elenco até a edição final. Protagonizada por Julia Rabello e Felipe Abib, a atração tem direção de Ian SBF, do "Porta dos Fundos", recém-contratado pela O2 Filmes. A trama do seriado é centrada num casal com três filhos adolescentes que, diante de uma possível falência, é obrigado a se divorciar para salvar os bens da família. A primeira temporada chega à Warner com seis episódios de 30 minutos cada. "A gente espera que o público abrace essa série e que façamos uma boa estreia para ir para outras janelas também. Além disso, já temos uma segunda temporada pensada, então torcemos por um caminho bacana.", revela Tiago.

"Mal Me Quer" é apenas o começo de um ano cheio de novos trabalhos assinados pela Boutique. Um dos lançamentos mais aguardados pelo público é a nova temporada de "3%", da Netflix – a série foi a primeira original nacional produzida pela plataforma e um dos títulos mais assistidos entre aqueles que não foram feitos nos EUA. "Em '3%', vamos sempre buscar uma coisa nova. Na segunda temporada, apresentamos um novo universo e aprofundamos as histórias pessoais dos personagens. Agora vamos buscar espaços diferentes dentro desse mesmo universo, trazendo novos caminhos.", explica Mello. "É uma série que traz engajamento do público dentro e fora do Brasil. Foi com ela que a Boutique se internacionalizou. Novas portas se abriram, especialmente para coproduções fora do país. Trouxe uma atenção para nós.", comemora.

Além de fortalecer o nome da produtora, "3%" deu início a uma boa relação entre a Boutique e a Netflix. Uma série inédita, também nos moldes de ficção-científica, já está sendo desenvolvida pelas duas empresas em uma nova parceria. Batizada de "Onisciente", ela trará uma realidade mais próxima do público, que se passa em um futuro não tão distante quanto o retratado em "3%". "Não é tanto uma distopia, o que gera mais identificação", segundo o produtor. Entre os temas que ela irá abordar, estão o vício das pessoas na tecnologia. A data de estreia ainda não foi divulgada pela plataforma.

Tiago conta ainda que a previsão para o ano é desenvolver projetos das três áreas da Boutique – infantil, ficção e não-ficção – e faz suspense quanto a um grande lançamento: "Temos uma série de ficção em vista que é um projeto muito grande, mas ainda não podemos dar detalhes a respeito.". Por fim, ele discorre sobre o atual momento do audiovisual brasileiro. "É um ano de desafios no país, mas acreditamos muito no setor especialmente como indústria, com sua capacidade de gerar empregos e internacionalizar o nome do Brasil.", finaliza.

Assista aqui ao trailer de "Mal Me Quer":

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top