Estratégia
08/12/2015, 19:42

Verizon admite avaliar compra do Yahoo, caso empresa seja colocada à venda

A Verizon Communications vai analisar uma possível aquisição do Yahoo, caso os principais acionistas da empresa de tecnologia decidam vendê-la. A declaração foi feita pelo CEO da operadora norte-americana, Lowell McAdam, durante a conferência Ignition do site Business Insider, nesta terça-feira, 8, em Nova York. Em entrevista ao site, o executivo fez a ressalva que, contudo, ainda não está claro qual será o rumo que o Conselho de Administração do Yahoo planeja dar à empresa.

O Conselho se reuniu na semana passada para avaliar a venda da participação do Yahoo na empresa de internet no Japão e no gigante chinês do comércio eletrônico Alibaba Group Holding, ou, caso decida manter esses ativos, para definir qual é a melhor estratégia para tirar o máximo proveito dessas parcerias. Os membros do board discutiram se devem ou não avançar com o plano para cisão (spinoff) da participação no Alibaba e no Yahoo Japão, e encontrar compradores para os dois negócios, mas até agora ainda não foi feito nenhum comunicado sobre o resultado da reunião.

"Nós vamos olhar para ele [Yahoo] como qualquer outro negócio", disse McAdam à Business Insider.

A Verizon adquiriu o AOL, no início deste ano, por US$ 4,4 bilhões, como parte de sua estratégia para obter receita com publicidade em vídeo móvel. O Yahoo é do dono de sites de esportes, de notícias sobre finanças e noticiário geral, além da plataforma automatizada de publicidade em vídeo BrightRoll, adquirida no ano passado por US$ 640 milhões. Um dos empecilhos para a venda do Yahoo é justamente a sua participação no Alibaba e as implicações fiscais da venda dessa unidade.

O diretor financeiro (CFO) da Verizon, Fran Shammo disse na segunda-feira, 7, que a empresa vai estudar um possível acordo com o Yahoo e "ver a possibilidade de um ajuste estratégico e se faz sentido [a compra] para os acionistas" da companhia.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top