09/12/1998, 22:30

Recursos da GTSS atrasam 29 localidades

POR REDAÇÃO

Os recursos que a GTSS impetrou na Comissão de Licitação contra sua própria pontuação técnica na licitação de TV a cabo (a empresa perdeu quase dez pontos em todas as propostas apresentadas) e os recursos também da GTSS contra a pontuação dos outros proponentes nestas mesmas localidades devem atrasar em uma semana a abertura de preços de 29 localidades. As localidades são as seguintes: Campos/RJ, Limeira/SP, Natal/RN (no edital 2), Niterói/RJ, Cariacica/ES, Cuiabá/MT, Feira de Santana/BA, Jaboatão dos Guararapes/PE, João Pessoa/PB, Olinda/PE, Barra Mansa/RJ, Nilópolis/RJ, Volta Redonda/RJ, Serra/ES, Vitória/ES, Belém/PA, Guarulhos/SP, Maceió/AL, Manaus/AM, Recife/PE, Salvador/BA, São Luiz/MA, Macaé/RJ, Resende/RJ, Santa Bárbara do Oeste/SP, Cachoeiro do Itapemirim/ES, Palmas/TO, Porto Velho/RO, e Rio Branco/AC. Há duas localidades de Pernambuco (Cabo de Santo Agostinho e Vitória de Santo Antão), onde a GTSS estava sozinha e estranhamente desistiu de continuar a participar, preferindo entrar com recursos apenas nas localidades onde há outros concorrentes.
Também estão paradas as licitações para Barbacena/MG e Moji-Guaçu/SP devido ao recurso da Quadra Telecomunicações contra a Comissão de Licitação, que a desclassificou. A empresa foi desclassificada porque, ao apresentar as propostas técnicas, trocou o envelope. Um outro recurso paralisa a licitação de Ipatinga/MG. O recurso foi impetrado pela empresa General Cable, que foi classificada mas contesta a pontuação de todas as proponentes, exceto a Image TV.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top