12/02/1999, 18:17

Para TVA, único motivo da Globo é barrar concorrência

POR REDAÇÃO

Segundo a TVA a conduta da Globo é anticoncorrencial, infringindo a Lei Geral e a Lei de Defesa da Concorrência (nº8.884/94), que entre outros dispositivos, criou o Cade. "A conduta da Representada (TV Globo) é desprovida de motivação racional, guiando-se tão-somente pelo ostensivo objetivo de prejudicar a concorrência, sem qualquer contrapartida para o mercado ou para o consumidor", diz a representação. Pela lógica do mercado, de acordo com o raciocínio da TVA, seria interessante para a Globo ceder seus sinais para a DirecTV, pois sua audiência seria ampliada, valorizando os espaços comerciais da emissora. Por isso, pelo argumento da TVA, o único objetivo da empresa é barrar a concorrência, num mercado com apenas dois competidores.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top