PROGRAMAÇÃO
15/04/2019, 16:11

Documentário do SescTV revela mudanças na comunidade indígena Kadiwéu

POR REDAÇÃO

Nesta sexta-feira, 19 de abril, às 23h, estreia no SescTV "A nação que não esperou por Deus", documentário que revela as mudanças sofridas na comunidade indígena Kadiwéu, localizada no Mato Grosso do Sul, após a chegada da energia elétrica e das igrejas evangélicas na região. A direção é de Lucia Murat e Rodrigo Hinrichsen.

O filme mostra como a energia possibilitou a conexão dos indígenas com os não-indígenas e fez com que eles trouxessem para as suas moradias objetos como rádios e aparelhos de televisão. Já a igreja evangélica influenciou a mudança de costumes – alguns índios se tornaram seguidores e até pastores. Além disso, a ligação dos Kadiwéu com a cidade trouxe problemas como o alcoolismo e o consumo de drogas ilícitas à comunidade. Embalados pelo sonho de estudar além do que aprendem na reserva e ingressar em uma faculdade, alguns dos indígenas se mudam para cidades próximas. A busca por tratamentos médicos também é um dos motivos que levam os nativos a procurem uma metrópole. "A nação que não esperou por Deus" acompanha, ainda, festas, danças e o encontro dos Kadiwéu com os fazendeiros. Muitos pintam os rostos de preto para não serem reconhecidos pelos brancos e partem em direção às terras que pertenceram aos seus antepassados e que estão em mãos de não-indígenas.

A produção integra uma seleção de filmes que o canal exibe nos meses de abril e maio com o tema Territórios Indígenas. A série aborda diferentes etnias indígenas por diversas regiões do Brasil. Com essa programação, o SescTV participa do projeto Abril Indígena realizado pelo Sesc São Paulo em suas unidades. Para este mês, ainda está prevista a apresentação do documentário "As Hiper Mulheres", de Carlos Fausto e Leonardo Sette. Os filmes também podem ser assistidos ao vivo pelo site do SescTV.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top