Balanço financeiro
18/10/2018, 01:15

Claro registra aumento na receita no terceiro trimestre

Conforme balanço financeiro da América Móvil divulgado nesta quarta-feira, 17, a receita líquida da companhia no Brasil (com Claro, Embratel e Net) aumentou 0,9% no trimestre, totalizando R$ 8,925 bilhões. No acumulado dos três trimestres, somou R$ 26,645 bilhões, avanço de 0,4%. As receitas de serviços totalizaram R$ 8,773 bilhões no trimestre (crescimento de 0,9%) e de R$ 26,226 bilhões nos nove meses (alta de 0,5%). Com R$ 3,197 bilhões, as receitas de serviço móvel foram 9,8% acima do registrado no terceiro trimestre de 2017. O avanço no acumulado foi de 9,1%, total de R$ 9,409 bilhões. Por sua vez, as receitas de serviços fixos totalizaram R$ 5,728 bilhões, recuo de 3,4%; e de R$ 17,236 bilhões, queda de 3,8%.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBTIDA) aumentou 22,9% no trimestre (total de R$ 3,316 bilhões) e 13,4% nos nove meses (total de R$ 8,435 bilhões). A margem EBTIDA aumentou 6,3 pontos percentuais e encerrou o trimestre em 35,1%, enquanto no acumulado subiu 3,7 p.p. e ficou em 31,7%.

Segundo as informações da Claro Brasil, a venda de aparelhos teve receita de R$ 276,8 milhões, uma leve diminuição de 0,3% se comparada com o segundo trimestre deste ano, que foi de R$ 277,7 milhões. E, a Interconexão, ficou em R$ 137,7 milhões e também foi ligeiramente pior do que os primeiros meses deste ano, quando chegou a R$ 138,2 milhões.

A companhia deu destaque para o aumento na base de assinantes, que cresceu 15,2% em relação ao ano anterior. Foram, ao todo, 472 mil assinantes pós-pagos no País durante o terceiro trimestre, totalizando 22,3 milhões. Segundo a Claro, o aumento foi impulsionado por planos com voz ilimitada, Internet e serviços digitais, como Claro Música e Claro Vídeo, de alto valor agregado. Em setembro, a operadora chegou a marca de 59 milhões de clientes móveis, sendo entre os pré-pagos, 36,7 milhões.

Internacional

O grupo América Móvil registrou globalmente receita total de 249,211 bilhões de pesos (US$ 13,19 bilhões), aumento de 2,1%. No acumulado de nove meses, foram 760,889 bilhões de pesos (US$ 40,28 bilhões), avanço de 0,4%.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBTIDA) foi de 71,767 bilhões de pesos (US$ 3,80 bilhões), crescimento de 7,7% no trimestre. Já no acumulado dos três primeiros trimestres do ano, foram 214,993 bilhões de pesos (US$ 11,38 bilhões), aumento de 3,2%. A margem EBITDA subiu para 28,8% (contra 27,3% em 2017) no trimestre, e de 27,5% para 28,3% considerando os nove meses.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top