Dados
23/01/2019, 23:35

Consumidor busca mais serviços de vídeo, enquanto o interesse em à la carte cai

A variedade de serviços de vídeo consumidas pelo público médio nos Estados Unidos e Canadá segue em alta, de acordo com um estudo da Tivo realizado no último trimestre de 2018. Os entrevistados relataram usar uma média de 2,75 serviços, incluindo TV por assinatura, TV aberta, OTT etc. O valor significa um aumento de 26% em relação aos 2,18 serviços apontados no ano anterior.

Segundo o levantamento, os pacotes de serviços montados pelo consumidor é bastante fragmentado, com 10,6% combinando TV por assinatura com Netflix e Amazon Prime Video. O segundo maior pacote de vídeo, com 7,5% dos consumidores, uniu TV paga com vídeos do YouTube e do Facebook.

Embora o volume de serviços cresça, o interesse em conteúdo à la carte está em queda. A maior parte dos entrevistados, no entanto, ainda consome conteúdo nessa modalidade. O estudo constatou que 70,9% dos consumidores continuam interessados ??na opção à la carte, contra 81,3% no mesmo período do ano anterior.

Fundamental

Questionados sobre quais fontes de vídeo são essenciais e quais são complementares, 52,7% dos entrevistados consideraram o Netflix fundamental, enquanto apenas 39,5% deram a mesma importância à TV a cabo. O OTT em geral já chega à maior parte dos consumidores. Segundo o relatório da Tivo, 69,3% disseram que usaram algum tipo de oferta de vídeo por assinatura, alimentada pela Internet.

O cord-cutting segue em alta, sendo que 18,8% dos entrevistados planejam cancelar o serviço de TV paga nos próximos meses. Apesar disto, o estudo aponta que a TV ao vivo não está morta. Cerca de 63% disseram assistir a uma hora ou mais de TV ao vivo, enquanto 52% disseram assistir a uma hora ou mais de vídeo de um serviço de OTT / assinatura por dia.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top