23/02/1999, 18:45

Ibituruna TV por Assinatura e Multicabo assinam contratos

POR REDAÇÃO

A Ibituruna TV por Assinatura e a Multicabo assinaram nesta terça, dia 23, os contratos para a outorga de MMDS em Governador Valadares/MG (Ibituruna) e para a concessão de TV a cabo em Cuiabá/MT (Multicabo). Ambas as empresas optaram por parcelar em duas vezes os valores oferecidos. A Ibituruna ofertou R$ 327 mil pela sua outorga e a Multicabo pagou R$ 2.760.999,50 pela concessão.
A meta da Ibituruna, que também venceu a licitação de MMDS para Colatina e São Mateus, no Espírito Santo, e opera a retransmissora da TVE do Rio de Janeiro em Governador Valadares, é alcançar cerca de 10 mil assinantes na cidade.
A Multicabo, de propriedade do empresário argentino Frederico Alber Young em sociedade com brasileiros, tem planos de comprar a rede da operadora não-oficial de Cuiabá, que tem como um dos sócios o próprio Young. A operadora sem concessão GreenCab foi lacrada pela Anatel em outubro do ano passado. Segundo Frederico Young, será construída uma nova rede caso os demais sócios da Multicabo não concordarem com a compra da operação não oficial. A GreenCab tem 230 quilômetros de rede, de 550 Mhz (65 canais), atendendo 5 mil assinantes. A Multicabo pretende atender entre 40 a 50 mil assinantes de Cuiabá, e seu alvo principal para alcançar esse número é a classe C. Para Cuiabá a Multicabo pretende ter um pacote popular de, no máximo, R$ 22. Para conseguir um pacote popular a este valor, a Multicabo acredita que o preço da programação vai ter de cair. "A TV a cabo é um negócio conjunto entre operadores e programadores. Vamos convencer os programadores a baixar seus preços", diz Frederico Young. Para Frederico Young, cada assinante tem um custo de implantação médio de 500 a 600 dólares, variando em função da densidade urbana. "Em Cuiabá vai ficar caro, mas se você perguntar para a Net quanto custa o quilômetro de rede instalado, eles vão falar em US$ 20 mil. Eu digo que faço até por US$ 12 mil".

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top