AGENDA
26/07/2018, 18:22

Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental chega ao Rio de Janeiro em agosto

POR REDAÇÃO

Após realizar sua sétima edição em São Paulo, na qual foram exibidos 121 filmes produzidos em 31 países diferentes, a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental chega ao Rio de Janeiro e Niterói. O festival acontece entre os dias 1 a 13 de agosto na sala de cinema do Centro Cultural Banco do Brasil e, de 2 a 8 de agosto, no Cine Arte UFF e também UFRJ – Campus Praia Vermelha. Todas as sessões de cinema e demais atividades previstas na programação, como debates e bate-papos, são gratuitas.

Entre as atrações, está a Mostra Internacional Contemporânea, composta por 12 títulos de diversos países. O australiano "Triste Oceano", a coprodução entre Noruega e Reino Unido "Obrigado, Chuva" e o chinês "Dinheiro Amargo" são alguns dos filmes selecionados.

Já a Competição Latino-Americana exibe 23 dos filmes, entre longas e curtas, que concorreram ao Prêmio de Melhor Filme Latino-Americano da 7ª Mostra Ecofalante. Os destaques, vencedores pelo júri nas categorias Melhor Longa e Melhor Curta são, respectivamente, "Dedo na Ferida", de Silvio Tendler, e "Abigail", de Valentina Homem e Isabel Penoni. Após a exibição de "Dedo na Ferida", no dia 06/08, segunda, às 18h30, no CCBB, o veterano documentarista Silvio Tendler ("Os Anos JK – Uma Trajetória Política", "Jango" e "O Veneno Está na Mesa"), conversará com público presente. "Dedo na Ferida" discute a financeirização da economia e o fim do "Estado de Bem-estar Social", processos que vêm acarretando problemas como o aumento da desigualdade social no mundo.

O vencedor da categoria Melhor Filme por votação popular também será apresentado: "Ser Tão Velho Cerrado", de André D'Elia. O documentário, que entra em cartaz no dia 09/08 e tem première carioca neste festival, denuncia o processo de degradação que vem sofrendo o cerrado brasileiro por conta de fatores como a invasão do agronegócio na região. O filme também aborda a luta e a busca de alternativas dos moradores da Chapada dos Veadeiros para a preservação e o desenvolvimento de sua região. A projeção deste filme acontece no dia 08/08, quarta-feira, às 19h, no CCBB.

Outro debate previsto na programação é com o realizador do filme "Sob a Pata do Boi", Márcio Isensee e Sá. A produção carioca trata da criação de gado na Amazônia e discorre sobre como a pecuária vem se tornando bandeira econômica e social da região. O bate-papo acontece logo após a exibição do filme, que está marcada para o dia 04, sábado, às 18h30, no CCBB.

Em parceria com o ICS – Instituto Clima e Sociedade, a mostra promove ainda dois debates em torno do tema "Mudanças Climáticas". O primeiro acontece no dia 02, quinta, logo após a exibição do filme "Triste Oceano", às 19h, no Cine Arte UFF, e contará com a presença da advogada do ICS, Alice Amorim – especialista em questões legais envolvendo meio ambiente e mudanças climáticas. O segundo encontro sobre o tema será após a sessão de "Obrigado, Chuva", no dia 03, sexta, às 18h, no CCBB. Ana Toni, diretora executiva do ICS, é uma das participações confirmadas.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top