Desempenho
28/09/2015, 15:27

Nova câmera da GoPro com Wi-Fi não anima mercado e ações têm queda de mais de 8%

A nova câmera Hero+ lançada pela GoPro nesta segunda-feira, 28, não teve uma recepção calorosa dos investidores. As ações da companhia abriram o pregão desta segunda na Nasdaq cotadas a US$ 32, ligeira queda de 0,9% que logo se acentuou atingindo pico de 8,2% às 16h10 (horário de Brasília), com os papéis negociados a US$ 29,65. As ações da GoPro encerraram o pregão valendo US$ 29,67, recuo de 8,1%.

Com conexão Bluetooth e Wi-Fi, que a conecta com o GoPro App para smartphones, a Hero+ é o segundo modelo mais barato da fabricante, pelo preço sugerido de US$ 199,99 nos EUA, ficando atrás apenas da Hero, que é vendida a US$ 130. Segundo a empresa, ela captura vídeos de 1.080 x 60 pixels e de 720 x 60 pixels, e fotos de 8 megapixels nos modos Single, Time Lapse e Burst, com a mesma qualidade dos modelos mais caros.

A Hero+ amplia o portfólio de produtos da GoPro de 2015, que também conta com a pequena e simples Hero4 Session. Esses dois equipamentos complementam a família de câmeras de vanguarda Hero4 Black e Hero4 Silver. Segundo a companhia, a Hero+ estará disponível nas revendas ao redor do mundo e no GoPro.com a partir do dia 4 de outubro. Ainda não há previsão sobre quando será o lançamento no Brasil.

 

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar Claudio Ghiorzi disse:

    A informação abaixo está errada. Nota-se que não houve uma revisão por alguém que conheça:

    …"Segundo a empresa, ela captura vídeos de 1.080 x 60 pixels e de 720 x 60 pixels, e fotos de 8 megapixels nos modos Single, Time Lapse e Burst, com a mesma qualidade dos modelos mais caros".

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top