OTTs
01/03/2018, 21:30

Associação brasileira das OTTs nasce com uma série de desafios

Originalmente publicado por Mobile Time.

A Associação Brasileira Over-The-Top (abott's!) foi fundada nesta quinta-feira, 1, em São Paulo. Com a definição da ata, a eleição dos diretores e do presidente Alexandre de Britto, CEO e fundador da ABX, o grupo agora parte para combater uma série de desafios como regulação, tributação, pirataria e neutralidade de rede para o setor.

Em conversa com Mobile Time após a fundação da abotts!, Britto frisou que a associação surge para pensar no ecossistema como um todo – do conteudista ao consumidor – e terá como foco, neste primeiro momento, o apoio às OTTs de audiovisual, mais urgente em sua visão.

Ele reitera que o papel da associação é criar união para debater temas pertinentes ao setor, e que pretende atuar de forma "ativa" junto ao governo para uma regulação "justa" às OTTs. No entanto, Britto, que tem 20 anos de experiência em empresas TV paga, aponta que o setor precisa ser mais livre e autorregulado.

"Vemos necessidades que existem no Brasil há muito tempo. Na tributação, por exemplo, por que preciso pagar ICMS se eu – empresa – pago ISS?", questiona o presidente da abotts!. "Também queremos estipular a definição, se OTTs devem ser SVA ou SAC. O pessoal tenta trazer o SeAC ao mercado de OTTs. Eu sou a favor de haver o mínimo de intervenção possível. É um erro levar o SeAC para o OTT. O próprio mercado vai se autorregular".

Como próximas etapas, a abott's! vai criar grupos de trabalho e, posteriormente, pretende preparar uma pesquisa para apresentar aos órgãos reguladores. No estudo, a agregação deseja mostrar o cenário das OTTs no Brasil em comparação com países da América Latina, América do Norte, Ásia e Europa.

A primeira diretoria da associação é composta por Britto, presidente (ABX Consulting), Claudio Lessa, vice-presidente (TV2U International), Everton Alves, Diretor de Plataformas e de Distribuição (SambaTech), Eveline Lessa, Diretora Administrativo-Financeiro (TV2U Internacioinal), Kaco Cardozo, Conselheiro Fiscal (PlaceBiz), Flavio Da Matta, advogado (Diretor de Relações Institucionais e Jurídico).

Pirataria e Neutralidade de Rede

Claudio Lessa, diretor de desenvolvimento de negócios da australiana TV2u, citou outros dois problemas que deverão ser debatidos: pirataria e neutralidade de rede. Escolhido como vice-presidente da associação, Lessa defende que o setor precisa agir com mais veemência contra a pirataria.

"Tem muito site fora do Brasil pirata que fomenta conteúdo pirata. Para combatê-los, vamos fazer um comitê de segurança para discutir mecanismos de defesa", frisa Lessa.

Vale lembrar que outro grupo, a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA) estima que 50% dos internautas brasileiros acessam conteúdo ilegal na web.

Em conversa com esta publicação, o VP da abotts! defendeu ainda a importância do Marco Civil da Internet e da Neutralidade de Rede. Para ele, é preciso entregar mais transparência no uso de serviços SVA ou SAC em promoções de planos de operadoras. Outro ponto que Lessa pretende colocar é a convergência da Internet das Coisas com as aplicações over-the-top, em especial o modo como será feita a cobrança de tributos dessas tecnologias na nuvem.

"Se isso não for definido de forma correta, o usuário vai pagar a carga", explica o diretor da TV2U. "O importante não é defender a associação, mas o setor. A ideia é estar em parceria com o governo brasileiro e com as agências reguladoras.  Hoje o governo vê apenas a Netflix. Mas OTT é muito mais amplo."

Quem são as OTTs da abott's!

Em sua ata de fundação, a abott's! afirma que seu objetivo é a "a defesa, a promoção, a difusão e o desenvolvimento do setor de OTTs" e que pretende apoiar as empresas do setor. O documento considera neste ecossistema criadores de conteúdo para web, plataformas de conteúdo e entretenimento (streaming, vídeo sob demanda, games, noticiários da web), plataformas de múltiplos usos (apps de redes social e mensageria, por exemplo) e os nichos derivados da cadeia de OTTs (fabricantes de set-top-box, Smart TVs, Power Boxes e desenvolvedores de apps).

Agregando grandes players

Uma das empresas que aderiu a abott's! é a Sambatech. O seu CRO, Everton Alves, foi eleito como diretor de plataformas e de distribuição. Para ele, sua entrada casa com os princípios de sua empresa e ajuda a tranquilizar seus clientes, as emissoras de TV.

"O universo da Sambatech é vídeo. Há mais de dez anos que vivemos isso. Comparado com o mercado americano e europeu nós precisamos avançar muito com as OTTs".

O executivo revela ainda que o começo da associação se deu durante o NetSamba, evento da Sambatech para o mercado audiovisual da América Latina. Ele relatou ainda que fez convites para as principais emissoras do País entrarem na abott's!: "Queremos trazer mais gente. Não têm concorrentes aqui. Vamos trazer clientes e parceiros. Recentemente, nós convidamos Globo, Record, IURD TV, Rede TV e Fish TV."

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top