PRODUÇÃO
02/04/2020, 19:52

Porta dos Fundos na quarentena: Home Studio para atores e programação especial de lives e IGTVs

Em meio à pandemia, as produções audiovisuais estão sofrendo para dar continuidade ao trabalho, uma vez que as regras de quarentena e isolamento social não permitem que as gravações se desenrolem normalmente, no set de filmagem tradicional. No caso do coletivo de humor Porta dos Fundos, a dinâmica de trabalho antecipada ajuda nesse momento: o grupo tem um planejamento com uma frente larga de conteúdo já produzido e pronto para ir ao ar e, por isso, seguirá com vídeos todas as segundas, quintas e sábados, às 11h, sem interrupção.

"Mesmo assim, resolvemos ajustar a nossa dinâmica, desde a forma como os roteiros são escritos e toda a cadeia de produção para o desenvolvimento de conteúdos pensados especialmente para serem filmados com celular e webcam. Mantendo a mesma qualidade do Porta dos Fundos, estamos inovando e aprendendo muito nesse momento. Crise é oportunidade. Enviamos Home Studio, em parceria com o YouTube, para todo o nosso elenco, formado por 13 atores e atrizes, para que eles tivessem acesso a equipamento de luz, microfone, câmeras e o que mais fosse necessário para produzirem seus conteúdos de casa, protegidos. Os diretores sempre orientando os talentos à distância. Tenho certeza de que, quando esse momento passar, seremos uma empresa diferente e mais preparada para novos formatos", conta Christian Rôças (Crocas), CEO do Porta dos Fundos, em entrevista exclusiva para TELA VIVA.

Além do conteúdo já preparado para YouTube, o Porta ainda conta com uma grade extra diária com lives especiais, como o "Que História É Essa, Vovó?", projeto em parceria com o GNT e apresentado por Fábio Porchat no Instagram do Porta dos Fundos como uma espécie de spin-off do "Que História É Essa, Porchat?" da televisão. A lista de lives segue com "Cantando na Janela" com a Evelyn Castro e "Porta Jogos" com Thati Lopes e Noemia Oliveira. Há ainda projetos para o IGTV: "Quarentena da Dona Helena", com Fabio de Luca, e "Família Sem Filtro", com Rafael Portugal. "Além disso, estamos reforçando personagens super famosos como o Peçanha, 'o miliciano mais amado do Brasil', que fez um pronunciamento ordenando que as pessoas fiquem em casa e faz quadros semanais nos nossos Stories", acrescenta Crocas. Já o reality show "Futuro Ex-Porta", para buscar um novo integrante para o grupo, foi adiado para dar mais chances de novos candidatos(as) se inscreverem e aproveitarem o tempo em casa para isso. Até o momento, já são mais de seis mil inscrições.

Apesar do cenário ser delicado, Crocas é otimista: "Comparo esse momento com a última grande virada do mercado do entretenimento, que foi a greve de roteiristas de 2008. Essa greve mudou a TV e o mundo do entretenimento para sempre, pois abriu caminhos para novos roteiristas. São novos rumos criados pela necessidade de manter a produção. Somos muito criativos e já estamos notando internamente um movimento de todo o nosso time, de todas as áreas, percebendo que podemos nos reinventar e – mesmo assim – continuar com nosso DNA firme e mantido".

Por fim, o CEO analisa: "O mundo muda muito rápido. O hábito das pessoas força adaptações e – enquanto coloca em declínio modelos e negócios, também traz novos caminhos e oportunidades. O Porta nasceu como um canal de Youtube que queria produzir um estilo de humor que não tinha espaço na TV. Hoje, é uma empresa com cerca de 70 funcionários, que produz para Youtube, Netflix, Amazon, Comedy Central, GNT, HBO, Facebook, Instagram e diversos outros canais. Onde tiver audiência interessada em assistir nosso conteúdo, estaremos".

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top