Mercado
04/02/2015, 18:07

Lucro da Sony deve mais do que triplicar no terceiro trimestre fiscal; ações decolam

A Sony, fabricante japonesa de eletrônicos, divulgou nesta quarta-feira, 4, os resultados preliminares referentes ao terceiro trimestre do ano fiscal de 2014, encerrado em 31 de dezembro. A companhia pretendia divulgar os resultados oficiais, mas teve de se reorganizar, já que não teve tempo de compilá-los, devido ao impacto do ciberataque nos sistemas da Sony Pictures Entertainment, no fim de novembro passado. Os resultados oficiais serão apresentados em 31 de março.

De acordo com o balanço preliminar, a companhia deve encerrar o terceiro trimestre fiscal com lucro líquido de 89 bilhões de ienes (o equivalente a US$ 756,5 milhões), cifra mais que três vezes maior que o lucro de 26,4 bilhões de ienes (US$ 224,4 milhões) registrado no mesmo período do exercício fiscal anterior. A receita operacional e de vendas da companhia também deve crescer, 4%, totalizando 2,5 trilhões de ienes (US$ 21,2 bilhões), contra 2,4 trilhões (US$ 20,4 bilhões) na mesma comparação.

Quase todos os segmentos da fabricante devem apurar crescimento na receita no período, com exceção da Sony Pictures — que compreende a produção e distribuição de filmes —, que sofreu com uma temporada fraca nos negócios, além do impacto negativo causado pelo ataque hacker. A receita da divisão deve somar 197,6 bilhões de ienes (US$ 1,6 bilhão), queda de 11% em relação a 223,7 bilhões de ienes (US$ 1,9 bilhão) de um ano antes.

A Sony também revisou sua estimativa para o ano fiscal de 2014, a ser encerrado em 31 de março. A companhia prevê agora encerrar o período com prejuízo 26% menor, de 170 bilhões de ienes (US$ 1,4 bilhão), depois de estimar, em outubro passado, uma perda de 230 bilhões de ienes (US$ 1,9 bilhão). A nova perspectiva foi impulsionada pela redução de custos e pelo crescimento nas vendas de produtos, tais como os consoles PlayStation 4.

Nasdaq

Como consequência, Wall Street reagiu bem às projeções. No pre-market, negociação que ocorre antes da abertura da bolsa, as ações da companhia atingiram alta de 7,3%, negociadas a US$ 25,20, que recuou para 6,3% na abertura do pregão desta quarta-feira, na bolsa eletrônica Nasdaq, com as ações negociadas a US$ 24,88. Por volta das 12h50 (horário de Brasília), a elevação atingiu pico de 13,5%, com os papéis cotados a US$ 26,55. O bom desempenho da Sony na Nasdaq perdurou por todo o dia e as ações fecharam o pregão valendo US$ 25,94, alta de 11%.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top