"Uma em Mil", documentário sobre Síndrome de Down, encerra filmagens

Tiago e Jonatas Puntel Rubert (Foto: Lucélis Bertoletti) 

Dirigido pelos irmãos Jonatas e Tiago Puntel Rubert, o longa documental "Uma em Mil" concluiu suas gravações. O filme levanta o questionamento: qual a diferença entre ter e não ter Síndrome de Down? A partir dessa pergunta, Jonatas, 32, e Tiago, 23, vão além do diagnóstico médico que ocorre em cerca de um em cada mil nascimentos. Por coincidência, isso aconteceu duas vezes na família deles: Tiago e seu tio Cleber  têm a síndrome. As filmagens aconteceram nos municípios gaúchos de Ibarama, Guaíba e Porto Alegre. A produção tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2024.

"Estamos fazendo este filme para tentar entender quais são as diferenças que a deficiência intelectual faz emergir desde o ambiente familiar até o ingresso no mercado de trabalho e a busca pela autonomia", sintetizam os irmãos realizadores. "Pensar essas diferenças talvez nos ajude a criar modelos onde a diferença não precise ser um sinônimo de desigualdade social. Percebemos que o que é 'normal' para um de nós, muitas vezes não é para o outro. E aí nós nos perguntamos: o que é o 'normal'? Como – e para quem – ele foi inventado?", questionam.

Em 2021, o projeto de "Uma em Mil" foi contemplado para desenvolvimento na Lei Aldir Blanc, que também deu origem ao curta "A diferença entre os mongóis e mongoloides", documentário de animação dirigido por Jonatas e protagonizado pelo irmão Tiago. O filme recebeu os prêmios de melhor direção, roteiro e direção de arte na mostra gaúcha do 50º Festival de Gramado. "Uma em Mil" tem produção da Faço Filmes, com coprodução da SeuFilme, e distribuição da Olhar. Natasha Ferla assina a produção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui