ROTEIRO AUDIOVISUAL
05/05/2021, 16:34

Cabíria Prêmio de Roteiro abre inscrições para sua sexta edição

O Cabíria Prêmio de Roteiro está com inscrições abertas até o dia 15 de junho através do site. O sexto ano da iniciativa, destinada a celebrar e incentivar o protagonismo de mulheres no audiovisual, traz como novidade a ampliação da categoria série documental contemplando outros "formatos de não-ficção". São quatro categorias: "roteiro do piloto de não-ficção", "roteiro de longa de ficção", "argumento de longa de ficção infantojuvenil" e "roteiro do piloto de série de ficção". Os roteiros e argumentos inscritos precisam ter ao menos uma protagonista feminina e ser de autoria de roteiristas mulheres, podendo ser em coautoria com pessoa(s) de outra(s) identidade(s) de gênero. A temática é livre.

A cerimônia de premiação, desde 2019, integra as atividades do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual. Com a terceira edição confirmada, o evento será realizado entre 6 e 17 de outubro e, pelo segundo ano, em formato online.

Premiações 

A premiação principal para todas as categorias é o Cabíria LAB. Criado em 2020, o laboratório de desenvolvimento, que também será realizado em formato online, reúne consultorias e mentorias de especialistas com o objetivo de impulsionar as carreiras das roteiristas e de seus projetos. Pelo terceiro ano consecutivo, a primeira colocada da categoria longa-metragem de ficção também passará a integrar a rede de talentos do Projeto Paradiso, instituição que investe em formação profissional e geração de conhecimento.

"Para o Projeto Paradiso, é uma alegria estar mais um ano ao lado do Cabíria, apoiando a realização do Cabíria Lab. As roteiristas que premiamos nas edições anteriores estão desenvolvendo projetos ricos, que estamos orgulhosos de acompanhar. Estamos animados para conhecer os novos roteiros e talentos que vão despontar neste ano",afirma Josephine Bourgois, diretora executiva do Projeto Paradiso, iniciativa filantrópica de apoio ao audiovisual do Instituto Olga Rabinovich.

Outra novidade desta edição é a parceria com a ABRA – Associação Brasileira de Roteiristas e Autores – que premiará uma roteirista finalista de mais de 40 anos, com uma mentoria com a roteirista e diretora Sylvia Palma, experiente em narrativas ficcionais e não-ficcionais.   

"Para a Abra, a existência de festivais como o Cabíria é de extrema importância, pois num cenário audiovisual onde as mulheres ocupam apenas 20% das telas, se torna urgente e necessário apoiar um festival que promove a visibilidade do protagonismo feminino, que estimula a pluralidade de vozes na autoria feminina, assim como em toda a cadeia criativa, seja na frente ou trás das câmeras. Vida longa à parceria Abra e Cabíria", comemora Eli Ramos, diretora de comunicação da Abra.

Também serão oferecidas mentorias com Paula Knudsen e Patrícia Corso para dois projetos finalistas da categoria de série de ficção. Paula Knudsen foi indicada duas vezes ao Emmy Internacional, tem passagem pela Netflix, Nickelodeon, Bandeirantes e Amazon Prime onde assina a criação da série "Sentença", em fase de produção. Já Patrícia Corso é roteirista com vasta experiência em cinema e TV, assina roteiros como do longa "Minha vida em Marte" (Susana Garcia, 2018) e da série "Coisa Mais Linda" (Netflix, 2019-20).

Para os primeiros colocados das categorias de série de ficção e não-ficção serão oferecidas premiações em dinheiro no valor de mil reais. Premiações paralelas como credenciais de eventos, gratuidades e/ou descontos em cursos também estão previstas.

Histórico

Desde 2015, o Cabíria Prêmio de Roteiro vem se consolidando como um espaço de fortalecimento à presença de mulheres e temáticas de diversidade nas narrativas audiovisuais. Em 2021, comemora a estreia de três filmes cujos roteiros passaram pela premiação. São eles: "A nuvem rosa", de Iuli Gerbase, aclamado em sua estreia no Festival de Sundance, em janeiro; "A mesma parte de um homem", de Ana Johann, vencedora do Prêmio Helena Ignez – destaque feminino pelo Júri Oficial da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes e "A felicidade das coisas", de Thais Fujinaga, com estreia confirmada no Festival de Rotterdam – IFFR, em junho.

"Como são muitos séculos de uma cultura patriarcal perpetuados no corpo da mulher, era natural que algumas não questionassem seus papéis e muito menos questionassem o papel de suas protagonistas nos roteiros que estavam escrevendo. Acredito que enquanto roteirista e diretora posso tanto interpretar a realidade como subvertê-la, trazendo universos possíveis e inventividade. Neste sentido, a seleção de 'A mesma parte de um homem', escrito em conjunto com Alana Rodrigues, no Cabíria Prêmio de Roteiro, nos deu a certeza de que estávamos na direção certa de construir uma grande protagonista, que não estávamos apenas representando a cultura, mas questionando-a", declara a diretora Ana Johann.

Agenda de lives 

Para tirar dúvidas e estimular as inscrições, será realizada uma série de lives acerca de cada categoria. Já estão confirmadas as seguintes: dia 6 de maio – Renata Mizrahi, dramaturga e roteirista, finalista da categoria argumento de longa infantojuvenil, em 2020. Dia 14 de maio – Ana do Carmo, vencedora em primeiro lugar da categoria de longa de ficção em 2020. Dia 21 de maio – Ana Abreu, roteirista especializada em projetos de não-ficção, que trabalhou em séries de TV como "Mestre do Sabor", "Fazendo a Festa", "Eu Sou Assim" (GNT, indicada ao Emmy Internacional na categoria melhor série documental). Dia 28 de maio – Alice Marcone, no universo das narrativas de séries ficcionais, a convidada é a roteirista, atriz e cantora que roteirizou as séries "Noturnos" (Canal Brasil) e "Setembro" (Amazon Prime Video), foi colaboradora de roteiro de "Todxs Nós" (HBO) e da inédita "Manhãs de Setembro", que estreia em junho na Amazon Prime.  Mais informações sobre as lives podem ser encontradas nas redes sociais oficiais do @cabíria_festival no Instagram e no Facebook. 

Para as inscrições até 15 de maio, a taxa terá valor promocional de R$65. De 16 de maio a 15 de junho será cobrada a tarifa regular de R$90. Roteiristas mulheres PcD, negras, indígenas e pessoas trans poderão requisitar gratuidade nas inscrições, mediante formulário simplificado de autodeclaração, conforme regulamento.

O Cabíria Prêmio de Roteiro conta com o apoio da Embaixada da França, Goethe Institut Rio de Janeiro, Projeto Paradiso, ABRA, Videocamp e Imprensa Mahon. Outras parcerias estão em confirmação.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top