Cinema
08/01/2020, 21:28

Renda total e market share de títulos brasileiros aumentam em 2019

Mesmo com a crise política e a paralisação de partes dos processos de fomento na Ancine em 2019, a performance do cinema foi boa no ano passado. De acordo com resultados apresentados pela agência, houve aumento na participação de mercado para filmes brasileiros, apesar da queda no volume de lançamentos.

Com dados sobre a produção, a distribuição e o parque exibidor, a SAM – Superintendência de Análise de Mercado preparou um um painel interativo que pode ser acessado no OCA – Observatório do Cinema e do Audiovisual aqui

O parque exibidor brasileiro alcançou, em 2019, uma renda 13% superior à de 2018. O aumento se explica, em parte, pelo aumento do preço médio do ingresso, que subiu 5,54%, mas também indica um aquecimento do mercado. Houve aumento de público de 7,66% em relação a 2018, com a venda de aproximadamente 172,2 milhões de ingressos. Os títulos brasileiros foram responsáveis por 11,5% da renda total, apresentando um crescimento de 12,97% em relação a 2018.

Com um número de lançamentos 10,9% menor que em 2018, o cinema nacional bateu recordes de público, aumentando em 7,83% sua participação no market share. O avanço se deve, de acordo com os dados da Ancine, principalmente ao desempenho dos longas "Nada a Perder 2", que ultrapassou o sucesso de "Tropa de Elite 2", com mais de 12 milhões de ingressos vendidos, e "Minha Mãe É uma Peça 3", que levou mais espectadores ao cinema na semana de seu lançamento que o último título da franquia "Star Wars".

O parque exibidor também apresentou leve crescimento, saltando de 3.194 salas, em 2018, para 3.201 salas.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top