TV por Assinatura
08/04/2021, 19:58

Programadores estranham anúncio de produto para hotéis da Movietv

O anúncio do lançamento de um serviço de TV para hotéis com novo modelo de negócio incomodou o mercado de TV por assinatura nesta quinta, 8. De um lado, operadoras tradicionais de TV que contam com serviços destinados a estes estabelecimentos se espantaram com o modelo de cobrança que nunca esteve disponível para elas. De outro lado, os programadores de canais, que são os detentores do conteúdo ofertado pela Movietv estranharam a iniciativa. Programadores ouvidos por este noticiário que comercializam canais que estão entre os presentes nos pacotes de programação anunciados pela Movietv afirmam não conhecer a empresa e não ter contrato ou qualquer relação com ela. Além disso, afirmam nunca ter aprovado tal modelo de negócio.

Algumas das maiores programadoras do país que estão nos pacotes anunciados pela Movietv alegam não ter contrato com o serviço.

Confrontado com a informação, o diretor comercial da Movietv, Cláudio Carvalho, diz que tem contratos firmados com duas operadoras, em modelo semelhante ao adotado entre alguns serviços de TV e provedores de Internet, os ISPs. Segundo ele, estes contratos garantem a legalidade do serviço. "Obviamente agitou o mercado , tenho certeza. Apenas não sabem como funciona e deduzem outra coisa", diz.

A tecnologia proposta pela empresa é baseada em sistemas e equipamentos de segurança homologados pela Anatel, explica Carvalho, citando tecnologias contratadas da Broadpeak, Setplex e Visiontec. Desta forma, o controle de DRM exigido pelos programadores está presente e é feito o pagamento das licenças. "Como dito, lançaremos em junho. Não há ilegalidade por falta de compreensão do negócio (por parte das programadoras). Se eles questionarem, mostramos o contrato", afirma o executivo. Além disso, diz que, "se algum canal quiser ficar de fora, eu tiro, não tem problema".

Segundo ele, o produto está pronto e "há mais de 2 mil hotéis na fila". O lançamento, conta, depende apenas da reabertura da Junta Comercial em São Paulo. "O modelo é disruptivo e incomoda quem não entende, mas nós vamos lançar, pode ter certeza", eleva o tom. "Eles (programadores) precisam ter cautela para não bater onde não deve", finaliza.

Cobrança por diária

No modelo tradicional do serviço de TV oferecido pelas operadoras aos hotéis, os estabelecimentos pagam uma mensalidade por televisor com acesso aos canais pagos. A proposta da Movietv é cobrar uma diária por quarto ocupado, ou por hóspede que tenha contratado o serviço de TV, que varia entre R$ 1 e R$ 5. Multiplicando por 30, seria aproximadamente o triplo do valor pago atualmente, mas os hotéis com ocupação média abaixo de um terço desembolsariam menos. Além disso, o modelo também permite oferecer a TV por assinatura como um serviço adicional aos hóspedes. "E daí se o hotel quiser, hoje, fazer só dez assinaturas e colocá-las no quarto contratado?", questiona Carvalho.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top