Publicidade
Início Newsletter (Tela Viva) Banco BV patrocina documentário sobre skate

Banco BV patrocina documentário sobre skate

O Banco BV, um dos maiores apoiadores do skate brasileiro, patrocina o documentário “O SKT me levou”, que conta a história de nomes importantes para o desenvolvimento da modalidade no país. A obra estreia nesta quarta-feira, dia 9 de novembro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo (SP).

Este é mais um passo que o banco deu dentro do esporte após patrocinar os atletas de elite Kelvin Hoefler, Pâmela Rosa, Yndiara Asp e Murilo Peres, além de estar presente em alguns dos principais eventos do mundo. O banco também ajudou na reforma de pistas em praças públicas em diferentes cidades do país como Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Florianópolis (SC) e Sapiranga (RS). Além disso, o BV se aproximou ainda mais do skatista principalmente em eventos como o STU, onde teve a oportunidade de promover o primeiro cartão do skate do país.

“Chegamos ao esporte brasileiro em 2018 e desde então fizemos inúmeras ações no cenário do skate, seja com patrocínios a atletas e eventos ou reformando pistas. Agora com o apoio ao documentário colocamos ainda mais o pé na arte e na cultura, duas vertentes que complementam o lifestyle do skatista”, diz Tiago Soares, gerente executivo de Sustentabilidade e Brand Experience do BV.

Dirigido por Lecuk Ishida, diretor e skatista, o documentário narra duas histórias entrelaçadas: a de memórias de skatistas brasileiros, que relatam aprendizados e vivências, atravessando várias décadas; e a de Rogério Mancha, primeiro técnico da seleção olímpica de street skate do Brasil, com sua trajetória de altos e baixos e superação.

“Inconscientemente, o skatista codifica o seu entorno de modo diferente, criando um novo olhar e uma nova maneira de pensar e agir porque ele está acostumado a ver a cidade de lado e numa outra velocidade. É impossível ele não ver as desigualdades sociais pelas ruas. E tudo isso cria uma identidade autêntica que o leva a muitos lugares na vida”, afirma o diretor do documentário.

Com produção da Bobó Filmes, roteiro de Tetê Cartaxo e consultoria estratégica da Onze Marketing e Comunicação, “O SKT me levou” tem participação de nomes como Yndiara Asp. DJ Zegon, um dos maiores nomes do cenário musical brasileiro, entre outras figuras do universo do skate, também deram seus relatos para o documentário.

Na Cinemateca, o “SKT me levou” terá exibição gratuita, com limite de dois ingressos por pessoa. Os interessados devem reservar via e-mail (oskatemelevou@bobofilmes.com.br), com nome, sobrenome e número de documento. A sessão está marcada para às 19h. 

O filme será exibido também na Matilha Cultural, em São Paulo, no dia 12 de novembro, com sessões às 17h, às 19h e às 21h. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados na bilheteria com 30 minutos de antecedência. 

(Foto: Ivan Shupikov) 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile