Documentário "Brasil do Surfe" está disponível nas plataformas digitais da WSL e Star+

Como uma celebração à amizade, à rivalidade saudável e às conquistas dos atletas da chamada Seleção Brasileira de Surfe nos últimos anos – e, em especial, neste momento atual, considerado inédito na história do esporte no Brasil – a WSL Studios apresenta sua primeira produção em formato longo no país: "Brasil do Surfe", documentário com cenas e depoimentos dos atletas que estão fazendo parte dessa história. O filme estreia nesta quinta-feira, dia 9 de setembro, nas plataformas digitais da WSL (site e canal da Liga Mundial de Surfe no YouTube) e também na plataforma de streaming Star+. "Brasil do Surfe" tem patrocínio de Corona, Neston e Oi. 

Nesta quinta, 9, é exatamente o dia em que é aberto o período de janela (até o dia 17) do Rip Curl WSL Finals, em Lower Trestles, San Clemente/Califórnia (EUA), com três atletas brasileiros encabeçando o ranking masculino: Gabriel Medina (em primeiro lugar), Ítalo Ferreira (em segundo) e Filipe Toledo (em terceiro). E ainda com a gaúcha Tatiana Weston-Webb como vice-líder no feminino do World Surf League Championship Tour 2021. Tanto no masculino quanto no feminino, as finais serão disputadas por apenas cinco atletas, os Top 5 de cada ranking classificatório. E são grandes as chances de o Brasil ser pentacampeão e tricampeão consecutivo no WSL CT.

Com direção de Felipe Marcondes, que também assina a produção, e Loic Wirth, o documentário começa com as palavras do narrador, o cantor e compositor Gabriel, O Pensador: "O Brasil é tetracampeão do mundo. Definitivamente o Brasil é o país do surfe. Mergulhar nessa história é encontrar os personagens que fizeram os sonhos de milhares de surfistas no Brasil se tornarem realidade". Em seguida, é exibida uma bateria de imagens dos bastidores de atletas, como o abraço entre Medina, ao ser campeão mundial, e o australiano Mick Fanning no mar, ambos chorando de emoção.

Os depoimentos são intercalados por mais cenas de bastidores dos atletas da seleção brasileira de surfe, como Filipe Toledo com seus filhos Mahina e Koa e na banheira de gelo da Red Bull; de Mineirinho sendo carregado na vitória e em companhia de sua esposa, Patrícia Eicke de Souza; de uma roda de surfistas da elite conversando e as brincadeiras entre eles fora da água; além de imagens das vitórias dos atletas brasileiros Ítalo e Medina; bem como uma série de aéreos e manobras dos surfistas da Seleção Brasileira de Surfe. 

O documentário termina com as palavras de Mineirinho: "São grandes performances e grandes conquistas, mas, no fim, está tudo nas coisas pequenas, aqueles pequenos momentos, as risadas, as resenhas, as tentativas de ser técnico um do outro. A gente é competidor e ao mesmo tempo amigos, na hora boa e na hora ruim. No fim a gente é meio como uma família grande".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui