TV pública
10/03/2021, 22:46

Privatização da EBC está na pauta reunião do PPI

Em reunião com a equipe econômica e com o presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Glen Valente, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, discutiu as possibilidades de incluir a TV estatal no Programa Nacional de Privatização (PND). O encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira, 10, na sede do Ministério das Comunicações.

A entrada da EBC no PND já está pautada para ser debatida durante reunião do conselho de ministros do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). "Após a inclusão no PND, o BNDES vai contratar uma consultoria e iniciar os estudos. A partir das informações que nós iremos receber, vamos definindo o melhor modelo", afirmou Faria. Os prazos, modelo de desestatização e venda de ativos só serão definidos após a etapa de estudos.

Em entrevista à Jovem Pan, no começo do mês, Fabio Faria disse que a privatização da EBC pode demorar mais que imaginado. Ele afirmou que o governo pretende otimizar a empresa, em uma tentativa de deixá-la mais atrativa para o mercado e isso pode ser um projeto que se desenvolva em um médio ou longo prazo.

"A EBC é uma empresa que temos que otimizar. Ficou grande, com uma arrecadação pequena. Se for oferecida agora no mercado, não aparecerá interessados. Devemos fazer o dever de casa, primeiro. Estamos fazendo o levantamento dos ativos dela, para vender o que for mais atrativo, deixá-la menor, otimizada, para deixá-la mais atrativa ao mercado", disse Faria na entrevista.

Atualmente, a TV Brasil é a nona emissora de televisão em audiência no país e está presente em praticamente todo o território nacional. O conglomerado de comunicação da empresa também inclui duas rádios, com 15 afiliadas, e uma agência de notícias.

Glen Valente destacou que os estudos irão explorar todas as alternativas disponíveis para o modelo de desestatização. "A expectativa é que a gente avance para saber qual é o futuro da EBC. Até o momento, não existe nenhuma hipótese cravada. A gente vai trabalhar em parceria com o Ministério da Economia e o MCom para saber exatamente o melhor modelo", disse.

Comentários

1 Comentário

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top