Publicidade
Início Newsletter (Pay-TV) Novos programas e temporadas levam quatro milhões de pessoas ao GNT

Novos programas e temporadas levam quatro milhões de pessoas ao GNT

Tadeu Schmidt e Pedro Bial no "Conversa com Bial" (Foto: Mauricio Fidalgo/ Globo)

Com as estreias de “Papo de Segunda”, “Conversa com Bial” e “Quem Não Pode Se Sacode”, o GNT registrou bons índices de audiência. De acordo com o canal, a nova programação “reflete um editorial renovado, com ainda mais diversão e leveza, sem deixar de lado os debates e as reflexões importantes da nossa sociedade”. Mais de 4 milhões de pessoas assistiram ao canal entre os dias 22 de abril e 1º de maio. Cerca de 81% do público que assistiu aos conteúdos foi composto por mulheres. Esses dados correspondem a um aumento de 61% na audiência, de 52% em share e 28% em alcance em relação ao período de 2024, de 1º de janeiro até o dia 21 de abril. 

A renovação do elenco de “Papo de Segunda”, com a chegada de Eduardo Sterblitch e Russo Passapusso, também movimentou a audiência. Cerca de 544 mil pessoas assistiram à nova temporada, que ficou no Top 4 entre o público feminino AB, com mais de 40 anos. Além disso, o primeiro episódio trouxe aumento de 164% em share em relação à média registrada na mesma faixa horária de exibição do programa no período anterior à estreia em 2024. 

Já o “Conversa com Bial” – programa originalmente da TV Globo, mas que ganhou um horário de exibição mais cedo no GNT, que passou a ser a primeira janela de exibição da atração – alcançou mais de 680 mil pessoas nas exibições do período, ocupando o Top 3 em alcance entre o público feminino AB, com mais de 40 anos. A chegada de Bial aumentou em 222% o share da faixa horária quando comparada à média anterior. 

Por fim, quase 1 milhão de pessoas assistiram aos episódios de “Quem Não Pode Se Sacode”, que inauguraram a chegada de Fernanda Paes Leme e Giovanna Ewbank ao GNT. A atração ficou no Top 5 entre o público feminino AB, com mais de 40 anos, e registrou um crescimento de 128% em alcance, em indivíduos com TV Paga, em relação a mesma faixa horária em 2024. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile