FESTIVAL
10/06/2021, 19:51

In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical anuncia programação

O In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical, que acontece de forma online, de 16 a 27 de junho, com mais de 50 filmes nacionais e internacionais inéditos no circuito comercial, anuncia a programação de 2021.

Pelo segundo ano consecutivo, devido à Covid-19, o festival será realizado de forma online, alcançando todo território nacional. Toda a programação estará disponível na plataforma do festival e parte da mesma estará também na plataforma do Sesc Digital, com acesso gratuito. A partir de 28 de junho até 28 de setembro, os conteúdos serão disponibilizados na Spcine Play, também com acesso gratuito. 

Todos os filmes do Panorama Brasileiro, os debates e os shows desta edição terão acesso gratuito através do site, da plataforma e das redes sociais do festival. O acesso aos filmes do Panorama Mundial terão custo simbólico de R$ 3,00. Como já aconteceu na edição de 2020, toda a receita arrecadada será revertida em prol de projetos sociais de amparo a pessoas especialmente afetadas pela pandemia.

O grande homenageado desta edição é o diretor D.A. Pennebacker, considerado um dos maiores nomes do documentário mundial de todos os tempos, e um dos pioneiros do "Cinema Direto". O festival apresenta dois clássicos da fase musical do cineasta, o lendário "Dont Look Back" (1967), sobre a turnê inglesa de Bob Dylan, e "Monterey Pop" (1968), sobre o evento que inaugurou a era dos grandes festivais de rock, além de curtas metragens pouco conhecidos do diretor. Completando a homenagem, o In-Edit convida a premiada diretora Chris Hegedus, sua viúva e parceira artística, para um bate-papo virtual sobre a carreira e obra do diretor.

O festival celebra mais um ano com documentários musicais no Panorama Brasileiro, apesar da crise no setor. Divididos em Competição Nacional, Mostra Brasil e Curtas Brasileiros, os filmes apresentam personagens como João Ricardo (Secos & Molhados), Jair Rodrigues (foto), Luiz Melodia, Chico Mário (irmão de Henfil e Betinho), Alzira E, o revolucionário maestro e compositor José Siqueira, o rapper Speedfreaks, a banda Made In Brazil, o road movie com Yamandu Costa e o guitarrista argentino Lúcio Yanel, Zeca Baleiro desvendando os sons do Maranhão, hip hop nacional (com Marcelo D2, Mano Brown e Karol Conká), entre outros.

Já no Panorama Mundial, o festival traz 22 títulos inéditos, sobre artistas contemporâneos e que marcaram a música internacional das últimas décadas. Entre eles, a banda dinamarquesa Lukas Graham, a pioneira do rock Suzi Quatro, o DJ MOBY,  o cantor Phil Lynott (da banda Thin Lizzy), a banda inglesa IDLES, o cantor Shane MacGowan (vocalista da banda The Pogues), o cantor Shannon Hoon (da banda Blind Melon), o cantor chileno Jorge Farías (El Negro Farías), Poly Styrene (vocalista da banda X-Ray Spex) e  a banda pop The Go-go's, que entrou para a história da música como a primeira – e até hoje a única – banda formada só por mulheres a chegar ao 1º lugar nas paradas de álbuns mais vendidos da lista da  Billboard. Outros documentários se debruçam sobre histórias marcantes como a do Synthwave, uma corrente eletrônica underground inspirada em certas trilhas sonoras do cinema americano dos anos 80; Rockfield, a Fazenda do Rock, por onde passaram Ozzy Osbourne, Oasis e Queen, entre outros; as pioneiras da música eletroacústica; e da construção de ritmos e projetos musicais de países como Gana, Uganda e Congo.

A Programação Paralela promoverá debates gratuitos com Chris Hegedus, com o diretor canadense Sam Dunn, com todos os diretores e diretoras dos longas participantes da Competição Nacional e da Mostra Brasil, além de convidados especiais, como o cantor e compositor Nasi, vocalista da banda Ira! e protagonista do documentário "Você Não Sabe Quem Eu Sou", que será lançado nacionalmente durante o festival. 

Para finalizar, o cineasta Marcelo Machado, diretor de "Tropicália", "Com a Palavra, Arnaldo Antunes" e "O Piano que Conversa", entre outros, ministra uma masterclass sobre as diferentes vertentes do documentário musical, exploradas a partir de sua própria obra.

Ainda como parte da Programação Paralela, o festival apresentará shows inéditos, concebidos em diálogo com os filmes da programação, com a participação de artistas como Nasi, Alzira E, DJ Hum, João Ricardo, a banda Made in Brazil e o grupo Gritando HC, além de homenagens musicais ao maestro e José Siqueira e ao rapper Speedfreaks.

O In-Edit Brasil 2021 conta com patrocínio máster de Colombo Agroindústria, o patrocínio do Itaú, da Spcine e da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e é uma realização conjunta do Sesc SP, da In Brasil Cultural e do Ministério do Turismo e Governo Federal.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top