Mercado
10/11/2016, 16:32

Base brasileira de TV paga cresce em setembro

(Atualizada às 19:46) A base da TV paga avançou 0,13% em setembro, de acordo com dados da Anatel divulgados na quarta-feira, 9. No total, foram 18,957 milhões de acessos, um aumento de 0,13% comparado a agosto, ou quase 51 mil adições líquidas. O avanço não foi maior por conta da queda dos acessos de cabo (0,31%) no período, totalizando 7,843 milhões. Aliás, esse é o fato curioso: a operação de cabo da Net Serviços, que até hoje havia passado incólume pela retração do mercado de TV paga, apresentou uma pequena queda, de menos de 1 mil assinantes, fechando em 7,287 milhões de clientes. O crescimento do grupo América Móvil, em setembro, foi puxado pela operação de DTH da Claro TV,  que cresceu 16 mil clientes, para 2,59 milhões de assinantes. As operações da Blue ainda são computadas de maneira separada pela Anatel, apesar de pertencerem ao grupo. Se elas entrarem na conta (são todas operações de cabo), o grupo mexicano cresceu ainda mais 8 mil clientes na tecnologia. Assim, o grupo América Móvil chegou a 9,99 milhões de clientes de TV paga.

Todas as outras operadoras tiveram desempenho positivo no mês, fato que há muito tempo não ocorria. A Sky cresceu 14 mil clientes, para 5,33 milhões de assinantes.  A Oi TV também cresceu 16,6 mil clientes, para 1,259 milhão de clientes. A Vivo TV cresceu menos de mil clientes, mas teve saldo positivo e fechou setembro com 1,762 mil assinantes. Os pequenos operadores perderam, somados, 3 mil clientes e hoje representam uma base de 502 mil assinantes.

A tecnologia de satélite (DTH) segue a mais popular e ainda obteve o maior crescimento: 43,5 mil adições, ou 0,40%, total de 10,894 milhões de acessos. A tecnologia por fibra aumentou 2,48% (total de 212 mil acessos).

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top