ConvergeTec
11/04/2012, 18:16

Para A.T. Kearney, tráfego banda larga exigirá até 65% a mais de investimentos das teles no Brasil

POR DANIEL MACHADO

Um estudo internacional foi apresentado nesta quarta-feira, 11, pela consultoria A.T. Kearney no seminário ConvergeTec, promovido pela Converge Comunicações em São Paulo. Alguns dados específicos sobre o mercado brasileiro foram divulgados publicamente pela primeira vez, como a previsão do nível de investimentos no backhaul fixo e no backhaul móvel.

Entre 2012 e 2014, a A.T. Kearney estima que as operadoras brasileiras gastem de 40% a 65% acima do trendline somente nessas infraestruturas. O motivo é um só: a explosão da demanda por dados fixos e móveis. No Brasil, de acordo com a consultoria, o tráfego de dados nas redes de transmissão cresce quase duas vezes mais (1,8) que na Europa, por exemplo. Entre 2012 e 2015, esse aumento deve ser de 53%, com as redes móveis movimentando mais de 190 petabytes por mês em 2015, enquanto nas fixas serão 1.687 petabytes por mês.

Diante de tamanho crescimento, só resta uma alternativa às operadoras: mudar o modelo de negócios. “Para se ter uma ideia do nível de investimento das operadoras até aqui, entre 2005 e 2011 foram aproximadamente R$ 115 bilhões nas redes fixas e móveis”, diz Tiago Monteiro, diretor de telecom da A.T. Kearney e um dos coordenadores do estudo. “E terão de investir ainda mais do que esperavam para suportar o exponencial aumento do tráfego”.

Segundo ele, o desafio não é exclusividade do Brasil. “No caso europeu, para atender a demanda por dados será necessário investir cerca de 31 bilhões de euros acima da previsão inicial”.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top