Satélite
12/02/2016, 21:38

StarOne vê backhaul como principal mercado para banda Ka no Brasil

O mercado de banda larga via satélites em banda Ka no Brasil, pelo menos aos olhos da StarOne (subsidiária da Claro), terá como principal cliente as operadoras móveis e sua crescente necessidade de backhaul para conectar as ERBs para banda larga móvel. Segundo Gustavo Silbert, presidente da empresa, o projeto do StarOne D1, que deve ser lançado no final do ano, é desenhado para atender a essa necessidade, sobretudo da empresa irmã e operadora móvel Claro, que deve ser a maior cliente do D1. São 20 Gbps de capacidade em banda Ka divididos em 14 spots que atenderão todo o Brasil. O satélite terá ainda capacidade em banda Ku para o mercado de dados corporativos, mas a novidade é que a StarOne pretende levar esses serviços para a América Latina.

Silbert explica que esse mercado é especialmente sensível ao câmbio pelos custos dolarizados e o cenário atual é muito preocupante, mas os projetos são de longo prazo e já levaram em consideração essas variações. Segundo o presidente da StarOne, os provedores que atendem o mercado corporativo não sofrem o impacto da crise da mesma forma que aqueles que atendem o mercado residencial, pois os contratos são de longo prazo, e por isso a estratégia da StarOne com a banda Ka deve permanecer conservadora nesse sentido.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top