ESTREIA
12/11/2021, 22:15

A&E estreia a produção nacional "Metrópole São Paulo"

A franquia "Metrópole", do A&E, já passou pela Cidade do México e Bogotá e, agora, chega à maior região metropolitana do Brasil e da América Latina. A partir do dia 20 de novembro, o canal apresenta "Metrópole São Paulo", que vai ao ar aos sábados, às 18h, com reprises às terças, na faixa da noite. A atração será exibida pelo canal em toda a América Latina. 

"A série é muito importante pro A&E, uma vez que se trata de uma franquia já consagrada do canal. A versão em São Paulo não poderia faltar, afinal, é uma das cidades mais importantes do mundo. Os episódios irão mostrar curiosidades e ações da Polícia, SAMU e bombeiros sobre o olhar deles, de um jeito que não conseguimos ver em nenhum outro lugar", disse Karen Santiago, diretora de Conteúdo e Comunicação do A+E Networks Brasil, em coletiva de imprensa virtual. Santiago ainda afirmou que as possibilidades de novas temporadas – ou spin-offs – da atração não estão descartadas. 

Mais de 22 milhões de pessoas transitam diariamente na Grande São Paulo – uma das cinco megacidades mais populosas do mundo. Em quatro episódios, a nova produção original do A&E acompanha o desafio constante das forças de segurança e emergência para controlar e manter os 96 distritos da cidade protegidos.

Câmeras exclusivas acompanham o trabalho de bombeiros, Polícia Civil, Garra, Águias, DOPE e socorristas (Serviço de Atendimento Móvel de Urgências – SAMU) na capital e na Grande São Paulo. Toda a dedicação dos profissionais no atendimento a emergências, acidentes de trânsito e domésticos, delitos, realização de perseguições, capturas, operações da lei seca e resgates emocionantes estão entre os momentos registrados pela produção, entre julho e agosto deste ano. Foram 50 dias de gravação e mais de 40 casos registrados. 

"Os desafios de produção foram vários. A série aborda um tema delicado, registra coisas sensíveis. Então já partimos desse lugar mais difícil de produção. Em São Paulo, foi muito importante ter o apoio da Secretaria de Segurança do Estado e da Secretaria da Saúde, que deram acessos exclusivos à equipe. Filmamos nas chamadas 'zonas quentes', que são áreas de maior risco. Seguimos rígidos protocolos de segurança. Enquanto acompanhávamos a polícia, toda a equipe precisava usar colete à prova de balas. Além dos protocolos da Covid-19, é claro, pois estávamos tratando vítimas que já estavam em situação de vulnerabilidade, então não poderia haver nenhum tipo de risco extra", contou Ricardo di Caroli, gerente de produção original A&E Networks do Brasil, que também participou da coletiva online.

Caroli comentou que a maioria dos policiais aprovava que uma equipe de filmagem acompanhasse o trabalho diário: "Os policiais estão ali para servir à população, então eles gostam que a gente esteja lá para registrar, para mostrar o trabalho deles, com sua importância e relevância. Não entramos na questão de escolher os profissionais que seriam os melhores personagens. O que precisávamos era apenas que eles trabalhassem e priorizassem salvar vidas". 

"Metrópole São Paulo" é uma coprodução A+E Networks com a Omava.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top