CINEMA
13/10/2020, 19:32

44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo anuncia filmes selecionados

Pela primeira vez, a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo ocorrerá majoritariamente de forma virtual, por meio de uma plataforma exclusiva, a Mostra Play. Para garantir a qualidade da transmissão das melhores e mais recentes produções cinematográficas do mundo, a Mostra trabalhará com as empresas Festival Scope e Shift72, que se uniram na pandemia e foram responsáveis pelas edições online dos festivais de Toronto e Tribeca e pelo Mercado de Cannes.

Todos os filmes desta edição do evento poderão ser acessados pelo site da Mostra, que irá direcionar para as plataformas. Os títulos disponibilizados na Mostra Play custarão R$6 por visualização. Este ano, dada as diferentes formas de exibição e ao valor reduzido dos ingressos, a Mostra não oferecerá pacotes e haverá número limitado de visualizações por filme.

Também ocorrerão sessões no Belas Artes Drive-in e no Cinesesc Drive-in (na unidade Sesc Parque Dom Pedro II). A programação dos filmes que serão exibidos nesses espaços foi realizada em parceria com os dois cines drive-in a partir de filmes da seleção da Mostra .

Tendo em vista que, este ano, a Mostra não trará seus convidados para São Paulo, a presença dos diretores e profissionais da área se dará por meio de vídeos enviados previamente, entrevistas especiais gravadas e lives.

Seleção de filmes

A seleção de filmes deste ano soma 198 títulos, vindos de 71 países, que serão apresentados nas seções Perspectiva Internacional, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Apresentação Especial.

"Nova Ordem" (foto), longa-metragem dirigido pelo mexicano Michel Franco, vencedor do Grande Prêmio do júri em Veneza, abre a 44ª Mostra no dia 22 de outubro, quinta-feira, às 19h30, no Belas Artes Drive-In, com apresentação virtual de Renata de Almeida e Serginho Groisman. O público terá acesso à cerimônia pela plataforma Mostra Play e, a partir da 00h01 do dia 23, o título também poderá ser visto online.

Na programação estão filmes premiados e exibidos em Festivais Internacionais, além de títulos inéditos como "Kubrick por Kubrick" ("Kubrick by Kubrick"), de Gregory Monro, exibido em Tribeca; "O Ano da Morte de Ricardo Reis", de João Botelho, baseado no livro homônimo de José Saramago, "Berlim Alexanderplatz", de Burhan Qurbani, da seleção de Berlim; "Araña", do chileno Andrés Wood, apresentado em San Sebastián e Toronto; "Vencidos da Vida', de Rodrigo Areias; "O Paraíso da Serpente", de Bernardo Arellano; e "Ordem Moral', de Mário Barroso, entre outros.

Dentre os 198 títulos da seleção, cerca de 25% contam com mulheres assinando a direção, como "Gato na Parede", de Vesela Kazakova e Mina Mileva; "Impedimento em Cartum", de Marwa Zein; "A Arte de Derrubar", de Aslaug Aarsæther e Gunnbjörg Gunnarsdóttir; "Rebeldes de Verão", de Martina Saková, e "Irmãs Separadas", de Daphne Charizani.

Além disso, mais de 30 títulos brasileiros integram a seleção da Mostra Brasil. Os longas estão divididos nas seções Apresentação Especial, Competição Novos Diretores e Perspectiva Internacional. As produções brasileiras desta 44ª edição são inéditas, com exceção dos filmes que prestam tributo, como os dirigidos por Fernando Coni Campos, que ganha homenagem póstuma – serão apresentados três de seus sete longas-metragens no evento: "Viagem ao Fim do Mundo" (1968), "Ladrões de Cinema" (1977) e "O Mágico e o Delegado" (1983).

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top