Publicidade
Início Newsletter (Tela Viva) Novo documentário de Caco Ciocler estreia com sessões em São Paulo e...

Novo documentário de Caco Ciocler estreia com sessões em São Paulo e no streaming

Consolidado em sua carreira como ator, Caco Ciocler lança seu terceiro documentário, “O Melhor Lugar do Mundo é Agora” que terá suas sessões gratuitas em São Paulo nos dias 12 e 15 de outubro, no Cineclube Cortina e, nesta última data, na plataforma de streaming FilmeFilme, com acesso gratuito. A produção é assinada por Diane Maia e o próprio diretor, com as produtoras Maya Filmes e Schfiguer Produções. 

“O filme nasceu de uma necessidade, uma reposta a um momento em que estávamos vivendo de pandemia e isolamento, em que a arte estava impossibilitada de acontecer, principalmente o teatro e o cinema, que são atividades artísticas que nascem do encontro, do coletivo, da interação. Minha necessidade naquele momento foi de reagir a isso, dizer alguma coisa sobre, de forma artística”, explica Ciocler.

Filmado a partir de encontros via Zoom, o documentário traz um jogo de cena entre o diretor e seus entrevistados, atores e atrizes, vivendo, ou não, personagens que foram convidados e convidadas a criar, sem que Ciocler soubesse que era verdade ou encenação. Ele mesmo “interpretou” um personagem: um documentarista que não sabe nada sobre a profissão de ator.

Assista ao trailer: 


A primeira convidada foi a atriz Georgette Fadel, que já havia participado do filme anterior de Ciocler, “Partida”, de 2019, que nasceu, também, de uma reação – desta vez, às eleições de 2018. O filme também conta com nomes como Luciana Paes, Danilo Grangeia e Márcio Vito, entre outros. 

“Propositadamente o filme não tem nada, não tem iluminação, figurino, cenário. Cada um escolheu seu enquadramento. Mas mesmo projetando a  morte da arte, eu nunca vi um filme tão potente sobre o ator. Para mim uma das coisas mais bonitas do filme”, diz. 

O filme teve sua première nacional na 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que aconteceu em 2021, e recebeu o Prêmio de Público de Melhor Documentário Nacional, e também foi premiado no Festival de Santos, com a Menção Honrosa do Júri, além de fazer parte da seleção dos Festivais  do Rio, Inffinito Brazilian Film Festival, Lift-Off Filmmaker Sessions @Pinewood Studios Festival, entre outros.

Ciocler comemora a chegada do longa com sessões no cinema e virtuais. “A coisa mais legal é descobrir o que acontece quando a obra entra em contato com seu público. Em sua estreia em festivais nos surpreendemos com o prêmio do público! Agora estamos num outro momento e, também,  em uma situação política delicada, entre o 1º e 2º turno da eleição. Minha grande curiosidade sempre foi essa, como as pessoas vão se relacionar com esse filme”, finaliza. 

As sessões presenciais acontecem nesta quarta, 12, às 20h, e na sexta, 15, às 21h – ambas as sessões são seguidas de debate com o diretor. Elas são gratuitas, mas o público pode fazer, se quiser, uma contribuição ao Cineclube Cortina no ato de aquisição dos ingressos nos links de cada data. No streaming, o documentário estará disponível a partir de 15 de outubro. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile