Gestão audiovisual
14/10/2019, 23:17

Escarlate cria plataforma global de gestão de conteúdo audiovisual

Criada por Joana Henning, que atua há mais de 15 anos nas áreas de audiovisual, entretenimento e gestão de propriedades intelectuais, a Escarlate Conteúdo Audiovisual e Experiências Criativas concebe e gerencia projetos nas áreas de audiovisual, multiplataforma e transmídia, atuando como gestora de conteúdo, com uma metodologia de desenvolvimento de propriedades intelectuais que busca combinar inovação e sustentabilidade. Neste mês, a empresa está lançando sua nova plataforma global, inédita no Brasil, que traz soluções para a evolução da produção audiovisual, ampliando os modelos de negócios para projeção em escala global e capacitação no mercado privado.

Em entrevista exclusiva para a TELA VIVA, Joana Henning, CEO da Escarlate, fala sobre os processos que deram início ao desenvolvimento da plataforma: "No começo de 2018, observando a rápida transformação no modo de consumo do audiovisual e os avanços tecnológicos que permeiam a exibição em diversas telas, fizemos um seminário interno da empresa, para avaliação do nosso modelo de gestão, e concluímos que precisávamos construir uma solução para que a empresa acompanhasse o volume de demanda por conteúdo em diversos formatos de apresentação ao consumidor – acompanhar a demanda crescente por 'local content', a necessidade de curadoria específica para cada plataforma de exibição de conteúdo, principalmente o cinema, e um plano de retorno financeiro que atraísse o investidor privado e novos players do mercado, fortalecendo o importante papel do audiovisual na economia criativa.".

A partir daí, a empresa começou a trabalhar na plataforma, que foi lançada com um formato que oferece captação de leads, qualificação de conteúdos, banco de dados, rede de realizadores associados, curadoria global com atuação em local content, criação de franquias e propriedades intelectuais, análise de viabilidade financeira e retorno de investimento (ROI), portfólio digital de projetos, estratégia de lançamentos e atuação na construção de métricas para o melhor resultado artístico e financeiro. A ferramenta se estende por toda a cadeia de produção. "O projeto de modelagem e conceito da plataforma foi resultado de uma consultoria contratada do Thiago Lobão, da SP Ventures, junto com nosso board, e o mock up foi construído pela 2Simple. Para a construção do software, contrataremos uma empresa aprovada por nosso conselho e nossos investidores, e além da empresa de programação, contaremos com uma base de TI 'in house' para garantir a segurança da plataforma", explica a executiva.

Formatos

A Escarlate customiza modelos de negócios por projeto em três formatos. O primeiro é o SaaS, no qual após rodar em beta (onde os serviços serão gratuitos), oferece assinaturas individuais e correntes para análises, curadorias e qualificações artística e técnica de conteúdo; a ainda o formato transacional, para modelos de sociedades por projeto, com o valor de gerenciamento  distribuído proporcionalmente às responsabilidades do envolvidos. Nesse caso, a plataforma pode se responsabilizar por toda a construção do modelo de negócios, do desenvolvimento do conteúdo, estratégia de venda e contratação até a execução do mesmo, ou pode dividir essa responsabilidade com parceiros associados ao projeto; e participação nos resultados, dividindo participação com investidores e parceiros que detenham equity do projeto.

"Temos programados três perfis de clientes usuários da plataforma:
'Criador', voltado a roteiristas, empresas, agências e estreantes que queiram apresentar uma ideia de argumento para entretenimento ou branded content; 'Players', o que inclui produtores, distribuidores, canais, exibidores, plataformas de streamings, estúdios e agentes do mercado que queiram tanto se associar ao nosso portfólio quanto trazer novos conteúdos ao mesmo; e 'Investidores', isto é, empresas e/ou pessoas interessadas em financiar conteúdos nos seus mais diversos passos de execução, da criação ao resultado.", detalha a CEO.

"Minha expectativa é gerir negócios em rede, com capilaridade e amplo alcance, construindo histórias que comuniquem, traduzam e conectem pessoas no mundo. A plataforma completa nosso modelo de gestão offline, usando a tecnologia à serviço do amplo acesso ao ecossistema de negócios para o audiovisual, diminuindo distâncias, organizando processos e trazendo um ambiente seguro de investimento e transparente de resultados, além de servir de vitrine para realizadores e empresas do setor apresentarem seus conteúdos com responsabilidade de qualificação artística e técnica.", finaliza.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top