AGENDA
15/01/2021, 17:35

Produtora Dona Rosa Filmes leva filmes brasileiros para a Favela da Rocinha

A produtora carioca Dona Rosa Filmes, de Mariana Marinho, vai exibir filmes brasileiros na favela da Rocinha no evento "Projeta Rocinha". Nos dias 22, 23 e 24 de janeiro, três longas-metragens, seis curtas e cinco clipes musicais serão projetados no Morro Dois Irmãos. Sem aglomeração e sem sair de casa, toda a comunidade poderá participar da ação. Os moradores poderão assistir aos conteúdos de suas lajes e janelas e receberão o som via streaming e com apoio da rádio comunitária local. 

Num ato de afirmação da importância do cinema nacional, os três longas-metragens programados são sucessos de público, somando cerca de 14 milhões de espectadores. São eles: "Minha Mãe é uma Peça 3", de Susana Garcia, que levou mais de nove milhões de pessoas ao cinema em 2019; "Fala sério, Mãe!", de Pedro Vasconcelos, com as atrizes Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, baseado no livro da escritora Thalita Rebouças e "Gonzaga: De pai para filho", de Breno Silveira, ganhador do prêmio de melhor filme no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro, e escolhido por representantes e artistas da comunidade, dialogando com a origem pernambucana e nordestina de grande parte da comunidade.

Os longas serão antecedidos por curtas-metragens. Entre as produções selecionadas estão "Janelas Daqui", de Luciano Vidigal, sobre os impactos da Covid e realizado durante a pandemia;  "Lá do Alto", também de Luciano Vidigal, filmado no Dois Irmãos; "A fábula da Vó Ita", de Joyce Prado e Thalita Oshiro, que aborda a importância do cabelo crespo; "Alma Crespa", de Paulo China e Rebecca Joviano, sobre o feminismo negro; "O Pião, de Karina Mello, uma fábula sobre a perda, a saudade e o sentimento de amor, e "Rã", de Ana Flávia Cavalcanti e Julia Zakia, que fala sobre união, afeto e coletividade.

Completando a programação, estão clipes musicais de artistas diversos. Já estão confirmados "De ontem", Liniker e os Caramelows; "Náufrago", de Majur; "Fica em casa", de Marília Coelho; e "Whos that boy" e "Te ligo e vc não atende", de Luthuly.

Organizado pela Dona Rosa Filmes, da produtora Mariana Marinho, e por Maurício Soca, morador e produtor cultural da Rocinha, o evento terá projeção da Visual Farm, estúdio especializado que concebe e realiza espaços narrativos com uso intensivo de tecnologia. 

O patrocínio é da Antarctica e o projeto conta com apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (SECEC-RJ), Riofilme, da Downtown Filmes, da Visual Farm, da Casa de Cultura da Rocinha, da Associação de Moradores da Rocinha, do Portal das Favelas, da 27ª Região Administrativa da Rocinha e da Prefeitura do Rio de Janeiro, da Rádio Comunitária da Rocinha, dos Coletivos Produções Audiovisuais Rocywood e Mulheres em Evidência e do SICAV – Sindicato da Industria Audiovisual.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top