Publicidade
Início Newsletter (Pay-TV) Mais de 107 milhões de brasileiros acompanharam a cobertura das chuvas no...

Mais de 107 milhões de brasileiros acompanharam a cobertura das chuvas no Sul pelo jornalismo da TV Globo

Bonner apresenta o "JN" diretamente do RS (Foto: Reprodução)

A Globo está cobrindo a tragédia no Sul do País em todas as suas plataformas, em diferentes programas e editorias para além dos noticiários. Desde o dia 29 de abril, a RBS, uma das primeiras afiliadas da emissora e parceira durante mais de 50 anos, já fazia a cobertura local intensamente. A programação local foi adaptada, abrindo espaço para a criação de um programa especial durante as tardes, o “Ajuda RS”. Entre os dias 30 de abril e 12 de maio, foram mais de 70 horas de conteúdo jornalístico destinado à cobertura da tragédia. A primeira semana da catástrofe (29 de abril a 5 de maio) acumulou a 2ª maior audiência semanal do ano.

Com o agravamento da crise, foram deslocadas 68 pessoas do Jornalismo da TV Globo, Globonews, G1, Globo Repórter, Profissão Repórter e Globo Rural para o Rio Grande do Sul, para apoiar e somar à cobertura da RBS. São profissionais do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, entre repórteres, âncoras, editores, cinegrafistas, equipes técnicas e tecnologia. Além disso, a Globo passou a ancorar seus principais telejornais de rede da capital gaúcha, fazendo ainda entradas em todos os programas de entretenimento ao vivo da TV Globo.

Mais de 107 milhões de brasileiros acompanharam o jornalismo da TV Globo desde o início da cobertura das chuvas no Sul. Na última semana, de 6 a 12 de maio, os telejornais ganharam mais tempo no ar. Foram três horas de cobertura jornalística a mais em comparação com uma semana comum. Nesse período, foram pouco mais de 27 horas de cobertura da tragédia realizada pelo jornalismo ao vivo da TV Globo, que marcou a maior audiência semanal no PNT – 12 pontos com 37% de share – na comparação com as quatro semanas anteriores, com destaque para o “Jornal Nacional”, que alcançou mais de 66 milhões de brasileiros, em sua semana de maior alcance de 2024. No dia 6, o “JN” marcou a maior audiência em sete meses: 26 pontos. Já o “Bom Dia Brasil”, que nos últimos dias foi ancorado por Ana Paula Araújo, direto do Sul, também foi destaque. O jornalístico matutino alcançou 29 milhões de pessoas na última semana e, no dia 7, o telejornal registrou dez pontos, que foi a maior audiência às terças em mais de um ano (desde novembro de 2022). Com cobertura especial da tragédia, o “Fantástico” alcançou mais de 33 milhões de pessoas no último domingo, 12. 

TV por assinatura 

A GloboNews, com equipes no Rio Grande do Sul desde o início da tragédia das chuvas, lidera a audiência entre os canais de notícias da TV por assinatura nos dez primeiros dias de cobertura. Entre 2 e 11 de maio, mais de 8,2 milhões de pessoas passaram pelo canal. Em relação às quatro semanas anteriores, a GloboNews ampliou sua audiência em 47%. Na quinta-feira, dia 9, o canal ficou em primeiro lugar entre todos os canais da Pay TV durante transmissão do resgate do cavalo “Caramelo”, em Canoas, na faixa entre 11h05 e 12h26, registrando 21% de participação, um crescimento de 191% em comparação com as quatro quintas anteriores. Entre terça, 7, e quinta, 9, o canal de notícias ficou com sinal aberto para não-assinantes no Globoplay para que o público pudesse ter acesso às informações essenciais.  

Outras editorias 

A cobertura tem se estendido para os programas de entretenimento. Os matinais “Encontro com Patrícia Poeta” e “Mais Você”, que juntos têm cerca de duas horas de duração, mantiveram os telespectadores informados com matérias sobre o Rio Grande do Sul durante toda a semana de 6 a 10 de maio. Neste período, o “Encontro” foi integralmente dedicado ao tema, enquanto mais de 60% das pautas do “Mais Você” abordaram a tragédia. 

Enquanto Patrícia Poeta, que é gaúcha, esteve presencialmente no estado, entre segunda e quinta-feira (6 a 9), o programa alcançou mais de 28 milhões de pessoas na semana. Ana Maria Braga, além de chamar diariamente uma equipe de jornalismo para notícias em tempo real alcançando mais de 31 milhões de pessoas, nesta semana trouxe reportagens sobre os impactos das enchentes para a agricultura na região e o trabalho dos correios no envio das doações enviadas de todo o Brasil. A partir desta quarta, 15, as repórteres Valéria Almeida e Luíza Zveiter entram ao vivo no “Encontro” e no “Mais Você” diretamente do Sul do País.

No sábado passado, 11, o Multishow transmitiu o show do cantor Luan Santana, que arrecadou fundos para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

O “Domingão com o Huck” do domingo, 12, foi especial em solidariedade ao Rio Grande do Sul, realizado excepcionalmente ao vivo. No palco, talentos gaúchos falaram sobre a sua relação com o estado e incentivaram doações à população impactada pelas chuvas. O programa também abriu espaço para entradas do jornalismo para informar sobre a tragédia e seus impactos.  

No próximo sábado, dia 18, o “Altas Horas” prepara um programa inteiramente dedicado ao RS, com homenagens e incentivo para novas doações.

Programação segue dedicada 

E, nos dias 7 e 9 de junho, a TV Globo e o Multishow vão exibir o festival beneficente “Salve o Sul”. Como apoiadora de mídia do evento, a Globo investirá na divulgação do festival, captação e transmissão dos shows e doará a receita da comercialização dos patrocínios da transmissão para os projetos apoiados por meio da plataforma Pra Quem Doar. Os shows acontecem no Allianz Parque, em São Paulo. 

O dia 7 é uma apresentação especial do show “Amigos 20 anos”, estrelado por Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano e Leonardo. No dia 9, o palco será comandado pela gaúcha Luísa Sonza e por Pedro Sampaio, com a participação de vários artistas como Lulu Santos, Menos é Mais, Preta Gil, Xand Avião, Ferrugem, L7NNON, Gloria Groove, Turma do Pagode, Xamã, Neto Fagundes, Zé Felipe, Duda Beat, Pocah, Lexa, MC Daniel, Luan Pereira, Hariel, IG, Ryan Sp, PH, Don Juan, Davi e mais.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile