Publicidade
Início Newsletter (Tela Viva) Filme brasileiro “Eros” é selecionado para o Festival Internacional de Documentários de...

Filme brasileiro “Eros” é selecionado para o Festival Internacional de Documentários de Copenhague 

Documentário "Eros" (Foto: Divulgação)

No documentário “Eros”, pessoas frequentadoras de motel foram convidadas a se filmar durante uma noite e compartilhar os seus vídeos para fazer parte do filme dirigido pela britânica-brasileira Rachel Daisy Ellis. O longa foi selecionado para a 21ª edição do festival internacional de documentários de Copenhague, na Dinamarca, o CPH: DOX 2024, dentro da seção NEXT:WAVE, que traz apenas dez títulos de realizadores emergentes internacionais, uma amostra do que há de mais inovador entre documentários mundiais de cineastas em início de carreira. “Eros” concorrerá ao prêmio NEXT:AWARD e ao prêmio de audiência. O Festival acontece de 13 a 24 de março. 

“Eros” surgiu de uma vontade de explorar e refletir sobre o maior instituição de sexo do Brasil: o motel, que “serve como um prisma das normas e práticas sexuais e emocionais e faz parte do tecido da identidade sexual do país” explica a diretora. Todas as filmagens foram realizadas com os celulares das próprias personagens que foram convidados a se filmaram durante uma estadia, numa suíte de sua escolha. A diretora e o montador Matheus Farias costuraram 10 histórias de pessoas que se filmam durante uma noite em 10 suítes diferentes, de distintos lugares do Brasil. A montagem aconteceu em paralelo a pesquisa e a produção, num processo circular, e não linear, ao longo de dois anos. 

O documentário, produzido por Dora Amorim, da produtora Ponte, em parceria com a produtora da diretora, a Desvia, tem distribuição no Brasil da Fistaile, de Talita Arruda e Marina Tarabay. O filme faz parte de um trabalho mais amplo autoral de Ellis, que explora a influência de instituições nas relações interpessoais e também o auto-registro.

Atualização: ao contrário do que informamos anteriormente, “Eros” não é o único documentário brasileiro selecionado para o festival na Dinamarca. “Salão de Baile”, dirigido por Juru e Vitã com produção da Couro de Rato, que fala sobre a cena ballroom no Rio de Janeiro, também integra a seleção do CPH: DOX 2024.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile