Publicidade
Início Newsletter (Pay-TV) MinC participa do Festival de Cannes com debates sobre internacionalização audiovisual

MinC participa do Festival de Cannes com debates sobre internacionalização audiovisual

Joelma Gonzaga, Secretária do Audiovisual, é uma das representantes da pasta em Cannes (Foto: Divulgação MinC)

O Ministério da Cultura participa do 77º Festival de Cannes, realizado entre os dias 14 e 25 de maio, na França. A secretária Joelma Gonzaga, do Audiovisual (SAV); André Araújo, coordenador-geral de Difusão e Internacionalização da SAV; e Vinícius da Rosa, coordenador-geral de Assuntos Internacionais do MinC, integram o time que representa a pasta durante o evento. A comitiva institucional brasileira conta ainda com representantes do Instituto Guimarães Rosa e da Embaixada do Brasil em Paris, ambos vinculados ao Ministério das Relações Exteriores, e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Reforçando o compromisso do Ministério da Cultura com o fomento do setor audiovisual, o Brasil tem uma programação oficial para o evento, que inclui debates sobre quais iniciativas podem ser colocadas em prática visando o fortalecimento da distribuição de conteúdos audiovisuais, especialmente com vistas à redução de assimetrias e melhor equilíbrio na circulação de bens e serviços audiovisuais no âmbito internacional, a partir da realização de um encontro com autoridades e especialistas internacionais.

Também será realizado o “Focus on Brazil”, momento direcionado para apresentação das políticas de fomento ao audiovisual brasileiro com foco na internacionalização e apresentação de atividades em parceria entre Brasil e França em 2025, a partir de uma ação integrada entre MinC, Itamaraty e ApexBrasil, com apoio do Instituto Francês e Embaixada da França no Brasil. As agendas acontecem como parte da programação do Marché du Film na sexta-feira, 17, a partir das 10h30 (horário da França), no Hotel Adosom Windsor e no Pavilhão do Instituto Francês.

Filmes brasileiros em Cannes 

O Brasil se destaca no Festival com uma variedade de produções: três longas-metragens em competição, o longa “Bye, bye, Brasil” na seção Cannes Classics, dois curtas-metragens, além de participações de projetos e obras em finalização no Marché du Film e uma participação no júri da sessão Palma Queer, com a cineasta Juliana Rojas. Um dos destaques é o filme “Motel Destino”, que recebeu financiamento tanto do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) quanto do governo do Ceará.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile