Publicidade
Início Newsletter (Pay-TV) E! Entertainment estreia “Alta Estima” série original nacional sobre cirurgia plástica e...

E! Entertainment estreia “Alta Estima” série original nacional sobre cirurgia plástica e bem-estar mental 

Os cirurgiões plásticos Alessandro Martins e Gabriel Basílio, a psicóloga Cíntia Aleixo e a psicanalista Manuela Xavier ajudarão a resgatar a autoestima de pessoas que estão física e emocionalmente abaladas. Juntos, eles comandam a nova série de docu-reality “Alta Estima”, que estreia terça-feira, 29 de agosto, às 20:30h, no E! Entertainment. Com suas especialidades, esses profissionais vão acompanhar cada personagem em uma jornada de autoconhecimento até a conquista do amor-próprio e da autoconfiança.

“‘Alta Estima’ marca a pioneira incursão da NBCUniversal na produção com tema médico na América Latina. O formato idealizado pela NBCUniversal para o seu canal E! foi confiado à produtora Inffinito e passou por um extenso período de quatro anos de pré-produção”, afirmou Marcello Coltro, Vice-Presidente Sênior da NBCUniversal para a América Latina e produtor executivo do programa. “Ao longo desse processo, levamos em consideração todas as normas relacionadas ao assunto, inclusive aquelas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, respeitando rigorosamente as leis relacionadas a produções com temática medicinal no país”, complementou Coltro.

O objetivo do quarteto é alinhar corpo e mente, para que cada personagem possa desfrutar de uma vida mais feliz e saudável. Ao longo da série, o público acompanhará histórias que evidenciam a força da superação, o poder da transformação interior e exterior, bem como o orgulho de alcançar sua melhor versão.

Cada episódio da série apresenta uma pessoa que embarca nessa jornada de autoconhecimento, liderada por dois dos apresentadores. A cada episódio, o público se conecta de forma mais profunda com o paciente, compreendendo suas intenções e os sentimentos envolvidos.

“Em ‘Alta Estima’, há um movimento importante de autocuidado e autovalor. A gente precisa lembrar que existem pessoas por detrás dos corpos, dos estereótipos, dos gêneros. Existem também formas de renascer como pessoa, de se reinventar. No programa, as pessoas passam por processos de renascimento”, fala a psicóloga Cíntia Aleixo.

“Alta Estima” não é apenas um programa de transformação física, mas principalmente um docu-reality que retrata o processo de autoconhecimento dos personagens, sem interferir na jornada de cada um, que é única. Ambos os cirurgiões possuem uma forte preocupação com a questão do bem-estar muito forte em suas carreiras, pois realizam, além de intervenções estéticas, cirurgias reparadoras, que visam restabelecer a autoestima dos pacientes. Na série, há uma atenção especial em mostrar todo o processo de uma cirurgia plástica, pré e pós-operatório, e não apenas o resultado final.

“Não há uma estética certa ou errada, e sim algo que pode incomodar uma pessoa e não incomodar uma outra. Cada pessoa tem o direito de sentir-se bem, confiante e de se enxergar feliz”, fala o cirurgião Alessandro Martins. “A cirurgia plástica não trata apenas da estética, mas de cada paciente como um todo, afinal, uma cirurgia considerada ‘estética’ pode mudar a vida de alguém, pode aumentar sua autoconfiança, sua autoestima e mudar toda sua relação afetiva, familiar e profissional”.

Cada episódio incentiva discussões sobre padrões de beleza, preconceitos e aceitação do corpo além dos ideais impostos pela mídia, destacando a importância de sentir-se bem consigo mesmo, respeitando as características étnicas de cada individuo, a constituição física e a superação de traumas para renovar a própria beleza.

“O corpo é registro de memórias pessoais, traumas e marcas de famílias. Precisamos analisar a dor antes da alegria que virá com a plástica, para não cair mais tarde em gatilhos de outras insatisfações. Cirurgia plástica é um recurso, mas a pessoa tem que entender o que ela quer. Não posso querer ter o nariz da Sandy se eu sou a Manu. Temos que trabalhar a origem da vontade, principalmente numa era de culto à estética no Instagram. É para querer melhorar para si e não para postar”, reflete a psicanalista Manuela Xavier.

Durante o processo de resgate da autoestima, os participantes adquirem hábitos de vida mais saudáveis tanto do ponto de vista físico, como mental. A transformação interior se reflete no exterior e uma nova identidade se revela, cheia de amor-próprio, confiança e bem-estar.

“Acompanhamos essa construção de dentro para fora. O que nos deixa mais feliz é ver que os pacientes não mudam somente o formato do nariz, da mama, do corpo. Eles mudam a forma como se enxergam”, conclui o doutor Alessandro Martins. “A cirurgia plástica é só o desfecho de uma mudança interna muito grande”, completa o Dr. Gabriel Basílio. Além de serem parceiros em ALTA ESTIMA, os médicos são companheiros de vida.

“Alta Estima” é uma coprodução da NBCUniversal International Networks, NBCUniversal International Distribuiton com a INFFINITO e nasceu do interesse do público por programas que abordam a cirurgia plástica.

“Alta Estima” é mais uma série apresentada pelo E! Entertainment que tem seu foco no empoderamento feminino, na Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI), pilares da NBCUniversal e da campanha institucional Vozes do E!, lançada em 2019.

27 COMENTÁRIOS

  1. Assim que vi o programa achei incrível. Sou Psicóloga e não há esse trabalha que fazem com PPaciente.Qdo se procura um profissional cirurgião plastico. Há 2 anos atrás de 55 anos de sonho. Minha mãe me deu de presente uma a abdominoplastia, mastexia redutora sem prótese e lipoaspiração. Lamentável, apesar de entender a assimetria do corpo humano e que cada corpo reage de uma forma. Seis meses após tive alta. A mama esquerda que era extremamente maior 3 números de sutiã, ficou como se eu não tivesse. Além do mamilo ficar todo torto. Com uma pele como se fosse uma pense debaixo do braço. De tão pequena. A direita ficou no tamanha bom. Mas ambas não ficaram nada que eu sonhava. A abdominoplastia cicatrizou rápido mas entre o umbigo e a ” vagina” ficou uma bola ” barriga” dura. Os flancos ficaram ondulados.
    Mesmo depois de fazer tudo que o médico pediu. Drenagem incontáveis, ultrassom, corrente russa, até ozionimetria. Um dia o profissional espetou uma agulha enorme na nessa barriga abaixo do umbigo, creio eu achando que poderia drenar. E não saiu nada. Minhas mamas ela dizia estar perfeita.
    Todo meu sonho foi por água abaixo.
    Na última consulta eu disse que não estava satisfeita. Que precisávamos fazer algo.
    Ela fez as sugestões dela e concordei. Depois ela me mandou orçamento de tudo por email. Por exemplo eu paguei 18.000,00 e seis meses depois para arrumar o valor que ela me passou foi de 42.000,00.Ou seja eu teria que pagar pelo “erro” dela.
    Importante dizer que procurei com indicação, na Sociedade Brasileira de Cirúrgia Plástica.
    Desde então estou em tratamento Psiquiátrico, tomando 4 medicamentos psiquiátricos, Faço Análise 2 x por semana. E pra finalizar meu marido pediu a separação.
    Meu sonho conseguir arrumar meu corpo. Principalmente mamas e barriga. Mas 42.000,00 valor que me passou a um ano e meio não deve ser mais mesmo.
    Minha mãe TB entrou em depressão por achar que a culpa é dela também. Pq ela me deu de presente. Pq meu pai já ia me prometido ele faleceu. E ela se sentiu no dever de cumprir a promessa.
    Essa é minha história. Claro que gostaria de participar do programa. Espero ter alguma chance. Pra voltar a me amar de verdade. E dar essa paz para minha mamãe.

  2. Hoje estou assistindo esse programa pela primeira vez, sou professora de Educação Física estou aposentada faz cinco anos mas assisto sempre programas de cirurgias e fico pensando como

  3. Gostaria muito de poder me inscrever para o programa, ter ao menos uma oportunidade de mostrar minha indignação com a minha barriga em avental, não apenas por mim mas para devolver a oportunidade de sonhar e por um momento nos sentir capazes de viver com dignidade sem ser referência de monstro humano.
    Por favor me ajude a ao menos me inscrever e mostrar minha história

  4. Gostaria de saber como faço pra me escrever,no meu caso gostaria de fazer a cirurgia pra ajeitar os meus seios pois não a mesma coisas depois de 4 filhos e minha barriga também não é a mesma ,estou separada a 03 anos e não consigo me relacionar com alguém pois tenho vergonha do meu corpo …

  5. Como posso participar d programa tenho 422 anos tenho 7ma pochete q deixa minha alto estima no chão só uso camiseta meu sonho é um fia colocar uma blusinha

  6. Estou amando o programa e gostaria de saber como faço para me inscrever , para poder participar do programa e realizar meu sonho de transformação!

  7. Boa noite. Hoje pela primeira vez assisti este programa e fiquei fascinada. Gostaria muito de me inscrever. Tenho 68 anos e a 3 anos fiz uma mastectomia total da mama esquerda, e como minha mama era grande, ano passado fiz redução da mama direita e odiei o resultado. Me sinto frustrada, com alta estima baixa e nao tenho mais vontade de sair, ir a praia ou piscina, pois sinto que todos vao me olhar e isso me faz mal. Tb tenho um culote enorme na parte interna das coxas, eu odeio pois nao posso usar vestido pois fica ralando uma coxa na outra e incomoda muito. Nao sei se poderão me ajudar, mas ficaria feliz se pudessem. Aguardo um retorno. Obrigada

  8. Tenho interesse em inscrever minha esposa. Infelizmente não temos condições financeiras para pagar uma cirurgia particular. Temos uma filha, planejando ter um segundo filho(a), e com isso mais gastos e menos planejamento. Apesar de eu não achar o nariz da minha esposa, feio, ela o odeia, e tem problema de respiração, pois vive usando solução nasal (“sorinan”)!
    Se o programa “Auto Estima” pudesse ajuda-la, e fizesse ela mais feliz… Quem sabe ela seria a mulher mais feliz do mundo.
    Agradeço a paciência de me ler, e aguardo retorno mesmo q negativo. Obrigado.

  9. Boa noite tudo bem hoje pela primeira vez estou assistindo o programa amei é um programa maravilhoso onde vocês estão ajudando pessoas que realmente estão com autoestima baixa eu fiz bariátrica há 12 anos gostaria muito de poder fazer cirurgia na minhas perna e no meus braços para estar retirando o excesso de pele mas infelizmente é muito difícil não consigo fazer preciso de ajuda eu já consegui o da minha barriga e o do meu peito mas o das perna tá difícil e eu estou necessitada

  10. Oi me chamo Jaqueline mafra moro em Joinville SC assisto o programa acho muito bacana ajudando as pessoas com alta estima pois minha vida não foi fácil passei pois uma doença câncer de mama aos 33 anos não foi fácil cai na depressão pois não queria q nem meu marido me vice pois nós mulheres somos vaidosa pois eu não gostava de me ver no espelho passei por mal dias todos os dia hj eu estou com sicatrises q me deixa muito pra baixo hj estou com 44 anos e estou bem pra baixo queria muito q vcs pudessem pra mim ajudar pois estou triste e tbm estou com estrias na barriga pois tive 2 filhas a Larissa de 24 ea estefany de 12 anos e sou casada com o Jackson q são minhas vidas se não fosse meu marido eu não sei oq seria de mim sem ele ele foi e sempre meu suporte espero q vcs possam me levantar minha alta estima . Q Deus abençoe eu e vcs possam me ajudar ,bjs.

  11. Poxa legal vi o programa pela primeira vez caiu no canal e comecei assistir e gostei muito mais infelizmente não tenho condições financeiras pra ir nó médico desse nível eu sei que preciso de um tratamento desses mais que deus abençoe a cada um que está tendo essas chances

  12. Gostaria muito de me escrever no programa,estou muito mal já entrando em uma depressão no meu caso já fiz uma abdominoplastia,após alguns anos engravidei,perdi minha cirurgia e ganhei uma ernia umbilical,e agora não tenho condições financeiras de uma nova cirurgia

  13. Boa noite!
    Me chamo Cíntia tenho 45 anos de idade, sou Pedagoga mas no momento desempregada.
    Já fiz cirurgias plásticas, em 2014 abdominoplastia e em 2016 mastopexia com próteses, no dia seguinte após tomar o meu primeiro banho em casa já começou a escorrer sangue de ambas as mamas, achei que fosse normal, daí quando estava começando a cicatrizar abriram pontos, e o aspecto doa seios pareciam de feridas, queimaduras, comecei a utilizar esponja de Colzen, onde secou tudo e fechou as feridas, as auréolas perderam as suas pigmentações originais, do lado da mama direita ao levantar o braço se forma um buraco, e na outra ficou pele tipo distorcida, sem contar que as mamas cederam muito e nem parecem que tem próteses, e não tive mais dinheiro desde aquela época para consertar e lá se vão 8 anos que não consegui consertar.

  14. Sempre vejo o programa e um sonho…de conseguir participar do programa, não só por estética, mas por tudo que guardo desde a minha infância, cicatrizes que nem o tempo apagaram,eles amenizaram…mas ta tudo aqui guardadinho….o que sempre me leva pra longe…nos pensamentos

  15. Olá boa noite! Se possível gostaria muito de escrever uma pessoa muito querido e especial, pois é um grande amigo e irmão do coração! Ele sofreu a muitos anos atrás quando bem jovem um acidente de carro e na cirurgia não foi retirado bem os cacos de vidro,mas ele nem percebeu mas dali a alguns tempos começou crescer uns caroços endurecido e resultado quando procurou recursos foi diagnosticado com gânglios grudados no ceio da face! Aí então começou sua trajetória já fez várias cirurgias e resultado está com seu rosto deformado, parecendo um monstro,um rapaz tão vaidoso que era e hoje não consegue mais olhar-se no espelho!

Deixe um comentário para Rita Montesso Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile