MERCADO
17/12/2021, 20:25

Head de produção e conteúdo da Trace Brasil comemora a trajetória do programa

Alberto Pereira Jr. é apresentador, jornalista e head de produção e conteúdo da Trace Brasil, idealizadora do "Trace Trends". O programa, que estreou este ano no Globoplay e Multishow, já estava há um ano e meio no ar na RedeTV!. Envolvido em projetos com causas, já teve curta premiado, dirigiu e roteirizou comerciais para marcas e emissoras, fez participação no curta "Céu de Maio", que foi pra Cannes neste ano, entre outros projetos. Além disso, faz parte da linha de frente da militância LGBTQIA+ e negra – por isso, inclusive, o envolvimento constante em projetos com propósitos e causas. E em setembro, estreou o documentário "Ismael Vivo", na TV Cultura, do qual assina a direção e o roteiro. 

A história de Pereira com a Trace Brasil começou em 2019, quando ele estava encerrando um curto período sabático em Nova York. "Recebi um contato me indicando como roteirista de um novo projeto, de uma nova empresa, a Trace Brasil. Já tinha ouvido falar na Trace na Europa e na África e fiquei animado com a chegada da plataforma dedicada à cultura afrourbana no país. De Nova York mesmo tive minha primeira reunião de trabalho e iniciei o desenvolvimento do que viria a ser o 'Trace Trends'. Estreamos em 20 de novembro de 2019, na RedeTV!", contou em entrevista exclusiva para TELA VIVA. 

O profissional iniciou como roteirista e locutor do programa. Em março de 2020, a nova temporada do "Trace Trends" estava em produção e ele havia sido promovido a diretor, quando se decretou o isolamento social no Brasil por conta da pandemia. "Rapidamente o noticiário mudou de tom. Interrompemos momentaneamente a pré-produção da nova temporada e, de casa, tive a missão de reestruturar os últimos episódios da primeira leva. O 'Trace Trends' cobre cultura em geral, eventos, manifestações artísticas e sociais. Com o cenário de isolamento e morte, algumas pautas precisavam cair e incluímos outras mais de acordo com o momento: falando de cuidados com a saúde, sobre empreendedorismo e empregabilidade. Assim, reformulei o programa e acabei apresentando os últimos episódios da primeira temporada da minha casa, gravando com acompanhamento remoto. Com o novo desenho do programa, conseguimos manter episódios inéditos, gravados completamente em formato remoto, trouxemos mais informação para a atração e continuamos semanalmente no ar", relembra. 

"Foi também meu mergulho na estrutura da Trace, de roteirista contratado para temporada, me tornei executivo, head de conteúdo e produção de todo o ecossistema. Ainda hoje, as mesmas motivações que me fizeram ingressar no projeto, em outubro de 2019, permanecem: apresentar narrativas positivas da maior parte da população brasileira; mostrar a criatividade, as histórias potentes e transformadoras. Dar espaço para a diversidade e equidade", afirma. 

Estreia no streaming e na Pay TV 

Para Pereira, a estreia no Globoplay e no Multishow foi uma grande alegria e, também, um desafio. "Em um ano e meio de programa, chegamos ao maior grupo de mídia do Brasil, um dos maiores do mundo. A parceria reforça o pioneirismo da Trace no Brasil e no mundo e também aumenta o alcance da nossa mensagem. Costumo dizer que o 'Trace Trends' é um programa vivo. A cada semana criamos novos quadros, atrações e trazemos novidades. Os planos futuros incluem apresentações musicais, quadros voltados ao humor e algumas viagens pra trazer ainda mais histórias potentes de brasileiras e brasileiros", adianta. 

Militância 

As pautas negras e LGBTQIA+ estão entre seus propósitos. "Todo corpo é um corpo político", explica Pereira. "O meu, que intersecciona alguns marcadores sociais – sou negro, gay e positivo, vivo com HIV há 12 anos – também.  Faço questão de trazer esses temas, que são temas de direitos humanos e civis, para o meu trabalho. Ao longo dos anos, fui conseguindo enveredar meus projetos profissionais, assim como os pessoais, num caminho que não dissocia cultura e transformação social. Nesse sentido, a cultura e o audiovisual têm papéis fundamentais para construção de novas narrativas e imaginários, que levarão a um mundo mais diverso, afetuoso e justo, apresentando novas e verdadeiras realidades", avalia. 

Outros projetos 

Em setembro, a TV Cultura estreou o documentário "Ismael Vivo", cuja direção e o roteiro são assinados por Pereira. "O filme visa homenagear o bailarino e coreógrafo Ismael Ivo, grande artista brasileiro, ex-diretor do Balé da Cidade de São Paulo, que morreu em decorrência da Covid-19. Reconhecido internacionalmente, com uma carreira sólida construída nos EUA e na Europa, em especial na Alemanha, na Áustria e na Itália, Ismael acreditava na cultura como ferramenta de transformação social. Sua existência serviu de inspiração e ajudou tantas pessoas", defende. "O documentário busca homenageá-lo, mas também apresentá-lo para as novas gerações, além de revelar o homem por trás do artista", completa. 

Para além do audiovisual, Pereira tem dois blocos de Carnaval: o "Domingo Ela Não Vai", que é considerado um megabloco na cidade de São Paulo, dedicado ao axé anos 90, e o "Bixa Preta VC É Linda" – "que, na verdade, é um podcast, mas a primeira ativação foi no carnaval de 2020, como um desfile. Ainda no fim desse ano, o podcast deve sair e vai falar sobre autocuidado, afeto e histórias de LGBTQIA+ pretos brasileiros", conta. 

"Confesso que considero esse momento o melhor da minha jornada profissional. Estou conseguindo utilizar todas as habilidades que estudei e aprendi ao longo desses anos. Todas as experiências colaboram na forma como crio e produzo. Tem muita coisa que ainda sonho e quero fazer, mas sem ansiedade. E também sempre aberto ao novo", comemora. 

Por fim, Pereira reflete sobre o cenário da cultura brasileira na atualidade: "A cultura tem sofrido não só pela pandemia, mas também por um recrudescimento conservador nos costumes do país. Infelizmente, a perspectiva não será das melhores enquanto nossos governos não entenderem que a cultura movimenta empregos e dinheiro, além de ajudar a construir a identidade de uma nação". 

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar Cleonice Barbosa disse:

    Programa sensacional, está cada dia melhor

Deixe o seu comentário!

© 1996-2022 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top