Publicidade
Início Newsletter (Tela Viva) É Tudo Verdade anuncia vencedores de 2016

É Tudo Verdade anuncia vencedores de 2016

O É Tudo Verdade – 21º Festival Internacional de Documentários divulgou na noite deste sábado, 16 de abril, os vencedores da edição 2016.

O júri internacional foi formado pela consultora de documentário e produtora Catherine Olsen; pela jornalista e documentarista brasileira Dorrit Harazim; e pelo cineasta russo Sergey Miroshnichenko. O júri nacional contou com o cineasta e professor José Mariani; a montadora e documentarista Karen Harley; e o cineasta e crítico de cinema Ricardo Calil.

Pela segunda vez na história do evento, o vencedor da Competição Nacional de Curtas-Metragens e o da Competição Internacional de Curtas-Metragens estão automaticamente qualificados para exame pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood visando uma vaga na disputa do Oscar de melhor curta documental.

O festival tem patrocínio do BNDES, Itaú, Petrobrás ; co-patrocínio da Desenvolve SP e Spcine e apoio institucional da Riofilme. Conta também com o apoio do Ministério da Cultura – Secretaria do Audiovisual, através da Lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural/Proac.

Confira todos os premiados:

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

  • Melhor Documentário Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial): “Um Caso de Família”, de Tom Fassaert
  • Melhor Documentário Curta-Metragem (Júri Oficial): “A Visita”, de Pippo Delbono
  • Menção Honrosa para Documentário Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial): “Gigante”, de Zhao Liang e “Sob o Sol”, de Vitaly Mansky
  • Menção Honrosa para Documentário Curta-Metragem (Júri Oficial): “O Atirador de Elite de Kobani”, de Reber Dosky

COMPETIÇÃO BRASILEIRA

  • Melhor Documentário Brasileiro de Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial): “O Futebol”, de Sergio Oksman
  • Melhor Documentário Curta-Metragem (Júri Oficial): “Abissal”, de Arthur Leite
  • Menção Honrosa para Documentário Longa ou Média-Metragem (Júri Oficial): “Imagens do Estado Novo 1937-45”, de Eduardo Escorel
  • Menção Honrosa para Documentário Curta-Metragem (Júri Oficial): “Sem Título # 3 : E para que poetas em tempo de pobreza?”, de Carlos Adriano

PRÊMIO CANAL BRASIL DE CURTAS

Júri composto por Renata D’Elia, Fernanda Reis, Joyce Pais e Bruno Carmelo.

  • Melhor Documentário Curta-Metragem Competição Brasileira: “Praça de Guerra”, de Edi Junior

PRÊMIO ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

Júri composto por Paulo Henrique Silva, Roni Filgueiras e Marcelo Lyra

  • Melhor Documentário Longa ou Média-Metragem Competição Brasileira: “O Futebol”, de Sergio Oksman
  • Melhor Documentário Curta-Metragem Competição Brasileira: “Praça de Guerra”, de Edi Junior

PRÊMIO ABD SÃO PAULO DE MELHOR CURTA-METRAGEM BRASILEIRO (Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas – Júri Próprio)

Júri composto por Marco Escrivão, Talita Talissa e Erika Beraldo

  • Melhor Documentário Curta-Metragem Competição Brasileira: “Praça de Guerra”, de Edi Junior

PRÊMIO MISTIKA

  • Melhor Documentário Curta-Metragem Competição Brasileira: “Abissal”, de Arthur Leite

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile