Política
18/07/2019, 14:06

Conselho Superior de Cinema é transferido para a Casa Civil

(Atualizada às 17:25) O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta, 18, decreto transferindo o Conselho Superior de Cinema para a Casa Civil, retirando-o da estrutura do Ministério da Cidadania. De acordo com matéria do jornal Folha de São Paulo, estaria ainda em avaliação uma possível extinção da Ancine, transferindo parte de suas funções para o Ministério da Cidadania, mas nada foi anunciado neste sentido na solenidade de 200 dias, em que o decreto do Conselho Superior de Cinema foi assinado. Durante a solenidade,o presidente Jair Bolsonaro disse que deseja uma mudança na política audiovisual para que um filme "como Bruna Surfistinha não seja concebido com dinheiro público".

Na quarta, 17, o presidente cancelou a indicação de Henrique Ramos para a diretoria da Ancine. Segundo apurou este noticiário, a desistência se deu por uma decisão pessoal de Ramos. Um novo nome deve ser indicado ainda nesta semana.

Além do CSC, uma ferramenta importante da regulação do audiovisual também aguarda a publicação de decreto: a cota de tela de cinema. No início de maio o ministro Osmar Terra, da Cidadania, chegou a afirmar que o decreto estaria pronto e seria prontamente enviado à Casa Civil.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top