IBC 2017
18/09/2017, 04:12

O impacto da inteligência artificial na mídia

POR FERNANDO LAUTERJUNG, DE AMSTERDÃ

É consenso entre os CTOs de alguns dos maiores grupos de mídia do mundo que a nova tecnologia que trará mais impacto ao setor não se relaciona diretamente à definição de imagem e áudio, mas ao trabalho de suporte à produção e à programação: é a inteligência artificial. Para o CTO da Liberty Global, Balan Nair, a inteligência articial estará em todos os aspectos das operações dos grupos de mídia. Hoje, diz, 15% do trabalho é realizado por inteligência artificial. O percentual deve chegar a 50% em cinco anos, aponta. Segundo ele, a inteligência artificial é mais importante sobretudo nas interações com o consumidor. Um exemplo dessa inteligência é o uso de algorítimos para sugerir conteúdos ao consumidor.

Nair diz que há incontáveis processos na gestão de consumidores que são ou pode ser feitos sem a necessidade de humanos, sem que os consumidores percebam isso. A demanda por humanos se dará nas poucas interações mais complexas.

Outo uso para a inteligência artificial, diz o CTO da News Corp, Latha Maripuri, é para a publicidade. Para ele, a inteligência artificial já se mostrou eficiente na publicidade digital e a tendência é ampliar o seu uso. Maripuri diz que sua equipe hoje procura formas de integrar ainda mais as máquinas com ferramentas de aprendizado supervisionado por humanos nesta área.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top