Band lança "Planeta Startup", reality show de empreendedorismo nacional

Na próxima quinta-feira, dia 26 de setembro, às 22h45, a Band estreia o reality show "Planeta Startup". O programa tem como objetivo movimentar o empreendedorismo nacional, criando oportunidades reais de negócios a um grupo de novas startups e investidores, contando suas histórias na TV.

"A ideia do programa surgiu há mais ou menos um ano e, em parceria com a Band, desenvolvemos esse formato original, que vem para renovar o espírito dos realities do canal.", explicou André Lefcadito, co-criador e diretor geral, em coletiva de imprensa realizada em São Paulo nesta terça, 17 de setembro. "Todo mundo já teve suas vidas transformadas pelas startups, ainda que não saiba exatamente o que elas são. Por isso nossa ideia é explicar esse mercado no programa de forma quase que educativa, democratizando essas informações e mostrando que qualquer um pode empreender.", completa.

Com apresentação da jornalista e economista Ana Luísa Medici, o reality vai distribuir mais de R$2 milhões em prêmios, incluindo investimento no negócio em dinheiro, mentorias e cursos. Além de acelerar as operações, o programa irá atrair investidores reais para colocá-las de forma definitiva no mercado e, claro, já apresentando a empresa para o público. "Há empresas em diversas fases de desenvolvimento – algumas ainda começando, outras já mais estabelecidas no mercado. O programa irá navegar por todo o ecossistema dessas empresas, mostrando como as ideias nascem, se solidificam e escalonam, sem que os custos aumentem. Com isso, vamos provocar os empreendedores brasileiros, e deixar claro que não precisa entender de termos técnicos e nem sequer falar inglês para ser um bom empreendedor.", afirma o diretor geral.

Nos dois primeiros episódios, o conceito do "Planeta Startup" será apresentado e as equipes participantes passarão por um pitching inicial, no qual elas terão um minuto para apresentar seu negócio. Se aprovadas, elas partem para uma sabatina com os jurados – Amure Pinho, Dani Arruda e Tallis Gomes. Nesse processo, serão aprovadas 30 startups, e essas sim participarão do reality.

Do terceiro ao 12º episódio, as startups disputam uma vaga na etapa final do programa. Nesta fase, elas passam por um processo de aceleração de cinco dias, que começa com uma apresentação inicial do seu negócio aos jurados, que em seguida, dão uma missão relacionada ao que elas precisam aprimorar. No segundo dia, com mentoria de Fernando Seabra, os times trabalham em cima dos seus negócios, contando com dinâmicas especiais. No terceiro, as equipes vão às ruas testar as mudanças e colher novos dados para, no quarto, terem o feedback de Seabra para, então, no quinto, realizarem o pitching para os jurados. As dez startups que chegarem até o último episódio participam de uma rodada de negócios, que selecionará as cinco melhores. As classificadas participam da prova final, onde terão que criar uma solução para um problema real de alguma comunidade. Os jurados escolhem então a grande vencedora.

O programa conta com patrocínio do inovabra, ecossistema de inovação do Bradesco; da instituição de ensino Ibmec e da operadora Oi. "Planeta Startup", uma produção da Band e da Estilingue Filmes, vai ao ar todas as quintas, às 22h45, com episódios de 60 minutos de duração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui