ESTREIA
20/01/2021, 18:50

Documentário "Favela é Moda" estreia no canal Curta! e no Curta!On

O documentário de longa-metragem "Favela é Moda", vencedor do Prêmio de Melhor Documentário pelo voto popular no Festival do Rio 2019 e de Melhor Longa-Metragem do XIII Prêmio Pierre Verger estreia nesta sexta-feira, 22 de janeiro, às 22h30, no canal Curta!. No dia 23, estará disponível ainda no Curta!On, novo clube de documentários. A produção é da Espiral e Osmose Filmes. 

"Favela é Moda" é o terceiro filme da "trilogia do corpo", iniciada em 2011, do documentarista carioca Emílio Domingos (na foto), que lança um olhar sobre as manifestações culturais e tendências comportamentais dos jovens das favelas cariocas partindo de suas práticas corporais.  Se "A Batalha do Passinho" revelou novas danças e ritmos e "Deixa na Régua" adentrou o mundo então inexplorado das barbearias, onde são criados os cortes de cabelo do morro – ambos premiados em edições anteriores do Festival do Rio –, agora "Favela é Moda" aborda a luta por uma maior representatividade dos jovens afrodescendentes no restrito e ainda tão eurocêntrico mercado da moda no Brasil. Assista ao trailer: 

O filme acompanha o surgimento de agências de modelos nas comunidades, empresas que pensam a cultura da juventude como um negócio que reverta seu retorno financeiro, de visibilidade e reconhecimento a seus locais de origem. E mostra tanto jovens que aspiram a carreira de modelo como empresários que estão por trás deste processo de enfrentamento. Caso de Júlio César da Silva Lima e Clariza Rosa, sócios da agência JACARÉ É MODA, empreendedores populares que demonstram sua força na luta por representatividade e ascensão social para sua comunidade.

A narrativa do documentário segue o dia a dia dos jovens modelos em sua árdua luta contra preconceitos e dificuldades de ordem financeira, social, familiar, afetiva e psicológica, dando uma atenção especial para a jornada de Camila Reis e Caio Guimarães. Camila (na foto com o diretor) é de Duque de Caxias, município da Baixada Fluminense, e Caio Guimarães mora em Cosmos, na Zona Oeste. Ela tem 28 anos, é professora por formação, estudante de marketing e atualmente atua como consultora de vendas em uma renomada marca italiana, em São Paulo. Já foi capa de revistas e cadernos de moda. Caio tem 22 anos, está no 3º ano do Ensino Médio e mora com a irmã em um conjunto habitacional. Caio é um exemplo dessa nova identidade juvenil contemporânea, especialista em fotografias de selfie para as suas redes sociais, produz seus "photo shoots" nos mesmos cenários periféricos em que cresceu, ressignificando lugares não focados pela mídia tradicional, atribuindo a eles um novo valor. 

"Favela é Moda" faz uma imersão no cotidiano de jovens das favelas cariocas que, apesar da dura realidade em que vivem, ainda sonham com as passarelas internacionais. Ele aborda temas como representatividade, racismo, empreendedorismo, juventude e identidade cultural.

Além da exibição na sexta, dia 22, estão programadas reprises para sábado, 23, às 2h30 e às 14h20; domingo, 24, às 21h20; segunda, 25, às 16h30; e terça, 26, às 10h30. 

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top