TECNOLOGIA
20/10/2021, 17:25

Watch Brasil implementa solução de Inteligência Artificial para recomendar conteúdo personalizado

A startup de streaming Watch Brasil está colocando no ar para seus usuários uma nova solução de Inteligência Artificial que trabalha com Machine Learning. A solução é desenvolvida pela multinacional Jump Data-Driven Vídeo, que é pioneira neste setor e oferece o que há de mais avançado no mundo em plataforma de dados para negócios na indústria de vídeos. Até então, a empresa utilizava um método estatístico do perfil de consumo dos usuários para fazer essa recomendação de conteúdo. As informações foram obtidas com exclusividade por este noticiário. 

"Estamos muito orgulhosos de dizer que nós, que temos menos de três anos de mercado, já instalamos o que há de mais moderno em tecnologia de direcionamento de vídeos em nossa plataforma. Muitas multinacionais de streaming ainda não oferecem as recomendações", afirma Maurício Almeida, fundador da Watch Brasil. "Mundialmente, a solução da Jump é usada por grandes players do mercado e melhora a experiência do usuário, aumenta a satisfação do cliente e traz uma maior fidelização de consumo". 

A ferramenta de recomendação de conteúdo da Jump, baseada em aprendizado poderoso de aprendizagem de máquina (machine learning), permite personalização de conteúdo em vídeo a partir do comportamento de uso de cada consumidor e trabalha com recomendações assertivas aos espectadores da Watch Brasil, depois de rastrear e analisar os padrões de consumo e de similaridade de conteúdo do usuário.

"Baseado no histórico de uso de um usuário específico e da base de usuários, o algoritmo de IA consegue buscar na base de conteúdos aquilo que mais se aproxima das preferências de um determinado usuário. Assim, a interface da plataforma é montada com conteúdo de maior relevância e a experiência é aprimorada. Como próximo passo, trabalharemos no ajuste fino dos parâmetros do algoritmo para tornar a ferramenta cada dia mais eficiente e assertiva", adianta Carlos Motter (foto), CTO da Watch Brasil. 

"Estamos testemunhando uma mudança sem precedentes na  indústria de vídeos", pontua Jerónimo Macanás, CEO e cofundador da Jump. "Adoramos estar em posição de ajudar a impulsionar a inovação, em parceria com a Watch Brasil para enfrentar com sucesso os principais desafios da indústria através da personalização e recomendação e descoberta de conteúdo. Estamos totalmente comprometidos em contribuir para a melhoria da experiência da Watch Brasil por meio do uso eficaz de seus dados no negócio", completa. 

Para o futuro da parceria, a Watch Brasil planeja a adoção da solução Jump Personalizer – tecnologia de serviço de seleção de vídeo para incluir funcionalidades que aumentam a retenção, a personalização e o envolvimento. "A tecnologia Jump Personalizer é uma solução amplamente abrangente e fortemente assertiva para nossos clientes. Ter recomendações altamente precisas resulta em uma maior experiência do usuário. Tudo isso ajuda a aumentar a retenção e reduzir o churn, o que é fundamental para qualquer negócio de VoD", diz Mauricio Almeida.

"Com a novidade, para o usuário, a plataforma se torna mais atrativa, na medida em que oferece o que mais interessa e de forma mais simples, uma vez que diminui o número de interações necessárias para se achar um determinado conteúdo. Já para Watch, direciona a busca por novos conteúdos similares aos que são mais vistos pela base de assinantes, enriquecendo ainda mais o acervo e criando um ciclo virtuoso entre o assinante, a busca e títulos disponíveis", conclui Motter. 

A Jump Data-Driven Video 

A Jump é uma solução avançada de análise de negócios que usa dados para ajudar os provedores de serviços de vídeo a obter informações valiosas sobre sua audiência e performance do conteúdo, prever o churn para trabalhar com a retenção de usuários, identificar os clusters aos quais os usuários de vídeo pertencem e personalizar a experiência de vídeo. A Jump foi construída com base em tecnologia de ponta de big data e inteligência artificial customizadas para a indústria de vídeo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top