Agências reguladoras
21/02/2020, 09:53

Edilásio Barra e Veronica Brendler são indicados para a diretoria da Ancine

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Senado dois nomes para ocupar a diretoria colegiada da Ancine: o atual superintendente de Desenvolvimento Econômico da agência, Edilásio Santana Barra Júnior, e a diretora do Festival Internacional de Cinema Cristão, Veronica Brendler.

Edilásio apresentando o programa "Café Sucata Show". Foto: Reprodução

Ambos os indicados tem papel ativo no cenário evangélico. Edilásio Barra tem carreira em TV, tendo sido apresentador (do "Programa VIP", na RedeTV e na CNT) e diretor (com passagem por Record e Band). Pastor e um dos fundadores da Igreja Continental do Amor de Jesus, ele teve papel importante na campanha de Jair Bolsonaro para a presidência, tendo organizado suas caravanas pelo Brasil, bem como encontros coordenados pelo PSL.

Veronica Brendler no Festival Internacional de Cinema Cristão. Foto: Reprodução

Veronica Brendler começou a atuar no setor audiovisual, conforme declarou recentemente no Instagram, em 2012, e com isso não acumularia 10 anos de experiência no setor exigidos pela Lei das Agências. Indicada pelo pastor RR Soares, fundador e líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, já apontou em entrevistas que o incentivo da Lei Rouanet é fundamental para a música gospel. "O governo é laico e aprova projetos com linguagem cultural. A maioria dos eventos, no secular, são realizados com incentivos fiscais. Cabe a nós entendermos esse mecanismo para sermos beneficiados", disse em entrevista ao site Super Gospel em dezembro de 2011, durante o governo de Dilma Rousseff, portanto. Na mesma entrevista, disse que estava na pré-produção e decupagem do seu primeiro curta, "O Casamento", e que iniciaria a produção no primeiro semestre de 2012, confirmando a informação postada mais recentemente no Instagram.

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar Gustavo Gindre disse:

    Qual a graduação da Sra. Verônica Brendler? Sua formação cumpre o que está disposto na lei?

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top