COMPORTAMENTO DE CONSUMO
22/04/2021, 17:55

91% dos espectadores de TV na América Latina assistem a conteúdos de streaming semanalmente

A Magnite, plataforma independente sell-side de publicidade omnichannel, divulga os resultados da pesquisa "CTV na América Latina: O Futuro Adiante". O estudo, que ouviu mais de 4 mil consumidores nos maiores mercados da região – Brasil, Argentina e México – identifica como a audiência está consumindo TV e explora as oportunidades para profissionais de marketing que buscam se conectar com audiências engajadas, conforme a mudança para a TV conectada (CTV, na sigla em inglês) acelera e o comportamento dos consumidores evolui. 

Os resultados do estudo mostram adoção generalizada de plataformas de streaming acessadas por meio de CTVs no Brasil, na Argentina e no México. Nos três mercados, 91% dos entrevistados disseram que utilizam o streaming por meio da TV semanalmente. O México lidera, com mais de nove em cada dez (92%) pessoas relatando o uso de um serviço do tipo, pelo menos, uma vez na semana. Os brasileiros ficaram perto no consumo de streaming semanal (91%), seguidos pelos argentinos (81%).

Demonstrando a preferência dos consumidores por streaming, 85% dos telespectadores disseram que preferem o streaming à TV aberta e 80% optariam pelo streaming se tivessem de escolher. Nos três países, os entrevistados passaram a maior parte do seu tempo assistindo conteúdos via streaming em detrimento da TV tradicional. Os entrevistados do México disseram que 65% do tempo dispensado à TV eram gastos em streaming. Já os entrevistados brasileiros e argentinos relataram 63% e 58%, respectivamente.

"Embora a publicidade em TVs conectadas ainda esteja em seus estágios iniciais na América Latina, as descobertas de nosso estudo sugerem que há grandes oportunidades a serem reveladas neste novo formato", afirma Rafael Pallarés, diretor geral para LATAM da Magnite. "A clara preferência por streaming em vez de TV aberta, juntamente com a receptividade dos consumidores em relação a modelos com anúncios, deve sinalizar a confiança no crescimento futuro da CTV com suporte de receitas publicitárias beneficiando tanto os serviços de streaming quanto os anunciantes", ressalta o executivo. 

Público do streaming é mais engajado e aberto à publicidade

Os espectadores de conteúdo por streaming estão muito mais atentos à programação do que quando assistem programas de TV aberta, levando a um maior envolvimento com a publicidade. 

Segundo a pesquisa, 79% dos entrevistados declararam ser receptivos à publicidade na TV Conectada (CTV) e estar dispostos a assistir a anúncios em troca de programação gratuita ou a custo reduzido. Os respondentes também gostam de descobrir produtos novos a partir de anúncios nessas plataformas e vão considerar anúncios de marcas ou produtos em seus programas favoritos, com 52% realizando uma ação, como pesquisar online ou comprar o item anunciado, após a exposição.

Custo e quantidade de assinaturas 

Em relação ao investimento, o estudo revelou que nos três países o valor que as pessoas estão dispostas a pagar por conteúdo em streaming na TV é ainda maior do que o pago atualmente, indicando espaço para serviços adicionais. Na Argentina, o consumidor médio paga US$ 6 por mês, enquanto o valor máximo que está disposto a gastar é US$ 10. No Brasil, o valor médio pago é de US$ 15 por mês e o máximo é de US$ 20; e no México os consumidores gastam, em média, US$ 18 por mês, mas estão dispostos a despender até US$ 26. A maioria (71%) dos consumidores afirmou que pretende assinar outro serviço.

Embora os consumidores latino-americanos ainda não tenham atingido seus limites para as assinaturas, eles ainda desejam maximizar o acesso a conteúdos via streaming dentro de seu orçamento. A maioria dos entrevistados (74%) prefere assistir a conteúdos com publicidade, desde que sejam gratuitos ou com custo reduzido; e 83% desejam mais serviços de streaming de vídeo gratuitos.

Tipo de produção 

Por fim, a pesquisa ainda questionou os entrevistados sobre quais produções eles preferem consumir via streaming. Entre aqueles que preferem ver conteúdos produzidos internacionalmente, 80% gostariam de aprender sobre diferentes culturas e 62% querem aprimorar suas habilidades em línguas estrangeiras. Em toda a região, o conteúdo internacional é assistido mais do que o produzido localmente, mas 60% dos participantes da pesquisa gostariam de mais conteúdo produzido em sua região.

O estudo "CTV na América Latina: O Futuro Adiante", da Magnite, foi realizado em janeiro de 2021 pela Harris Interactive, por meio de uma pesquisa online. O objetivo foi revelar insights a respeito do assunto nos três grandes mercados da América Latina. A amostra contou com aproximadamente 4 mil consumidores localizados no Brasil (1.648), Argentina (1.125) e México (1.276), com idade entre 18 e 64 anos e acesso regular à internet.

Evento

O consumo e a oferta de streaming no Brasil serão debatidos pelos principais players no Brasil Streaming 2021, realizado por TELETIME e TELA VIVA, de forma virtual nos dias 26 e 27 de abril.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top