PAY TV
22/10/2020, 18:12

Sexy Hot identifica que 56% do seu público é do sexo masculino, 52% tem mais de 35 anos e 38% corresponde à classe C

O Sexy Hot, maior canal adulto do país, a fim de conhecer mais o perfil do público que recebe o sinal do canal na TV Paga, teve acesso à pesquisa Target Group Index, estudo voltado para análise e compreensão dos comportamentos e hábitos da população, que é comandada pelo Kantar IBOPE Media. As perguntas foram respondidas por aproximadamente 1000 pessoas, ao longo dos últimos três anos, nas principais regiões metropolitanas do Brasil, com exceção da região Norte.

De acordo com os dados obtidos, 56% do público que recebe o sinal do canal são do sexo masculino, 52% tem mais de 35 anos e 38% corresponde à classe C. Diante desses dados, o Sexy Hot é o canal da Pay TV com maior concentração de adultos entre 18 e 34 anos, de acordo com a onda de 2019 do TGI.

Segundo os dados, em 2019, as regiões Sul e Sudeste concentram 89% dos respondentes, sendo 59% apenas na região Sudeste que declararam receber o sinal do canal na TV Paga. O Rio de Janeiro manteve seu índice em 25% nos últimos anos.

Outra informação identificada no relatório mostra que 67% do público que recebe o sinal do Sexy Hot trabalha, sendo o 4º canal da Pay TV com maior concentração de trabalhadores, representando 20% a mais que a média da população respondente da pesquisa. Ao analisar a renda, o número de pessoas que recebem acima de 3 mil reais, pulou de 39%, em 2017, para 50%, em 2019. O número de solteiros teve uma queda de 42% para 24%, enquanto houve um crescimento de famílias saltando de 26% para 37%.

Também foi analisada a crença dos respondentes. Mais de 70% das pessoas que responderam o formulário seguem alguma religião. Com mais de 40%, o catolicismo ficou em primeiro lugar, seguido da religião espírita (8%). As demais religiões somaram 31% em 2019.

Sobre a orientação sexual, apesar de ter 85% dos respondentes heterossexuais, o Sexy Hot é o canal da Pay TV que tem, proporcionalmente, maior concentração de declarantes homossexuais (5%). Em relação aos assexuados, o canal aparece como 3º com a maior concentração dentre os canais da Pay TV.

Por fim, o estudo concluiu que o smartphone é o dispositivo mais usado pelo público do canal para acessar conteúdos de vídeo on demand, com 90% de participação entre os respondentes. Com 22%, a Smart TV é o 2º dispositivo mais utilizada por este público para esse tipo de consumo. Além disso, os adultos que recebem o sinal do canal também preferem acessar as redes sociais pelo Smartphone, sendo o 3º canal da PayTV com este comportamento mais assíduo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top