Curta! busca projetos de longas documentais

O Canal Curta! está abrindo uma nova chamada para seleção de projetos de documentários de longa-metragem a serem apoiados pelo Fundo Setorial do Audiovisual. O canal pretende reservar para esta chamada até R$ 6 milhões do limite de R$ 25 milhões por canal na linha Prodav 01/2013 do fundo.

A ideia, segundo nota do canal, é resgatar o interesse dos documentários de longa-metragem na TV, contra a primazia absoluta da produção de séries. A mudança tornou-se possível porque a Ancine reduziu o valor da pré-licença mínima, permitindo a contratação de projetos de menor minutagem que as séries.

A equipe de curadoria do canal busca selecionar no mínimo dez projetos de longas documentais com orçamentos de até R$ 600 mil e duração a partir de 70 minutos, dentro das linhas temáticas de interesse do canal, conforme informadas na grade esquemática publicada em seu site. As inscrições devem ser feitas através de formulário disponível na mesma página.

Segundo o canal, os documentários de média e longa-metragem têm melhores chances de sucesso em festivais e mercados internacionais de conteúdos para TV.

3 COMENTÁRIOS

  1. Os filmes de não-ficção chamados de documentários são importantes instrumentos educativos além do valor intrínseco de meios de entretenimento. Essa combinação os torna indispensáveis em nossas escolas e em nossos lares. Parabenizo à equipe do Canal Curta por esse empreendimento, e que se repita mais vezes pois essa é a única forma de remover das outras tele mídias a sua audiência, que nada mais faz que perder regiamente o seu tempo.

  2. Sou escritor e roteirista. Tenho um projeto para um documentário sobre um pracinha paranaense que morreu na tomada de monte Castelo. Mas como não tenho produtora, fico impedido de participar dessa seleção.

  3. Ótima iniciativa do Canal Curta: aproximar o doc da tv. Incluir o doc em uma programação inteligente e prestigiosa. Tem tudo para dar certo. Parabéns pela iniciativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui