PROGRAMAÇÃO
24/01/2022, 18:02

Telejornal "Repórter São Paulo", da TV Brasil, apresenta edição temática para comemorar o aniversário da metrópole

A TV Brasil apresenta uma edição especial temática do telejornal "Repórter São Paulo" para comemorar o aniversário da cidade nesta terça-feira, dia 25 de janeiro. No ar mais cedo, ao vivo, a partir das 11h45, e com 30 minutos de duração, o jornalístico traz reportagens especiais para homenagear os 468 anos da cidade.

A equipe da emissora pública em São Paulo vai mostrar a vida de pessoas que escolheram a capital paulista como lar. Cada entrevistado conta a sua trajetória particular de afeto com a maior metrópole do continente.

Com programas diários durante a semana, de segunda a sexta-feira, ao vivo, ao meio-dia, o noticiário é transmitido para a região metropolitana do estado. O conteúdo ainda pode ser acompanhado pelas redes sociais do canal – Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, TikTok.A produção é apresentada por Annie Zanetti com edição da jornalista Isabel Série.

Em constante mutação, São Paulo é lembrada por meio de fotos históricas, muitas delas centenárias. Os registros comparam cenários da cidade no passado com sequências atuais. As imagens evidenciam como São Paulo se modernizou no decorrer do tempo, mas também preservou sua essência. "A ideia é revelar as transformações de áreas que estão memória afetiva dos moradores. O ritmo da vida mudou, mas esses locais mantêm sua relevância, guardam curiosidades e têm aspectos inusitados", destaca Luiz Antônio Malavolta, gerente de Redação de Rádio e TV, da EBC em São Paulo. Paisagens como o Parque Ibirapuera, a Catedral da Sé e o Vale do Anhangabaú são mencionadas pelo jornalista.

O telespectador ainda vai conhecer a história da família de um imigrante italiano que chegou há mais de um século ao Brasil e foi viver na Vila Romana, na Lapa, zona oeste da cidade. Ali construiu uma residência para a família em 1921. A casa – que sempre foi pintada de amarela e é assim identificada por todos – foi usada na época para acolher outros imigrantes que vinham fazer a vida no Brasil, uma região com grande potencial e futuro. A propriedade tornou-se famosa. A família dona do imóvel recusou propostas milionárias para vender a casa, porque o terreno interessava ao setor imobiliário para construir condomínios. Hoje, a casa amarela é um museu privado da memória da ocupação da Vila Romana pelos italianos e fica aberta a quem quiser conhecer a história.

O "Repórter São Paulo" também exibe matérias especiais com duas famílias que há um século vivem de um mesmo negócio, apesar da mudança de hábitos e costumes. O telejornal mostra como esses paulistanos adaptaram suas rotinas, mas mantiveram o desenvolvimento de suas ocupações e comércios. Uma família é especializada em consertar e reformar canetas-tinteiro, mercado que possui uma legião de fiéis colecionadores e poucos usuários ativos. O programa acompanha outra família que se sustenta vendendo chapéus, objeto que há muito tempo deixou de ser tendência no cotidiano.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2022 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top