Publicidade
Início Newsletter (Tela Viva) Rio2C 2024 apresentará mais de 60 painéis voltados ao segmento audiovisual

Rio2C 2024 apresentará mais de 60 painéis voltados ao segmento audiovisual

Rio2C 2023 (Foto: Divulgação)

O Rio2C 2024 ocupa a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, entre os dias 4 e 9 de junho. Entre outras temáticas, o encontro de criatividade da América Latina apresentará mais de 60 painéis voltados ao segmento audiovisual, distribuídos em seis palcos, reunindo produtores, diretores, roteiristas, artistas e executivos do Brasil e do exterior. Confira abaixo alguns destaques da programação. 

Case internacional 

Autor de best-sellers, criador da série original “Euphoria” e produtor executivo do remake da HBO indicado ao Emmy, Ron Leshem abre o primeiro dia de conferências no Global Stage, no painel “A Importância de Encontrar a Verdade Emocional”. Leshem conversa com o roteirista Lucas Paraizo (“Os Outros”, “Sob Pressão”, “Aos Teus Olhos”) e a roteirista, diretora e produtora Rosana Svartman (“Vai na Fé”, “Desenrola”, “Tainá 3”) para explorar sua jornada criativa e como seus múltiplos papéis e a busca pela verdade emocional colaboram e interferem em seu processo de escrita. Ele compartilhará como surgiu a ideia original de “Euphoria”, seu percurso até a venda para a HBO e o trabalho com Sam Levinson. Ainda falará sobre suas percepções acerca de como Israel se tornou referência mundial de exportação de formatos, o futuro da indústria global e as oportunidades para criadores e produtores da América Latina.

Animação brasileira no mercado global

Radicado há mais de 30 anos nos EUA, o diretor carioca Carlos Saldanha assinou franquias de sucesso como “A Era do Gelo” e “Rio”, da Blue Sky Studios, que superaram um faturamento de dois bilhões de dólares de bilheteria ao redor do mundo. Ele é um dos keynotes do evento e apresenta o painel “Animação Brasileira no Mercado Global”, com moderação da roteirista e produtora Carina Schulze, no dia 7, no Global Stage. Saldanha deve apresentar novas perspectivas para a indústria de animação brasileira e os caminhos para ela se tornar mais global, trazendo um olhar inspirador e estratégico para o futuro da animação nacional, com suas lições e apontamentos para produtoras, estúdios e profissionais brasileiros com ambições de carreira internacional, na busca pela expansão dos investimentos, a realização de novos negócios e os caminhos para que o mercado brasileiro possa ganhar mais escala e relevância e se consolidar globalmente a longo prazo. 

Parcerias globais e narrativas do futuro 

Axel Kuschevatzky, produtor, roteirista e jornalista argentino radicado em Los Angeles, é um dos nomes confirmados para o painel “Parcerias Globais: Coprodução internacional e Exportação de Conteúdo Original”, no dia 5, no Screening Room. Kuschevatzky, que atualmente está desenvolvendo um projeto com a Delicatessen Filmes, esteve envolvido em mais de 90 filmes nos últimos 14 anos, como “O Segredo dos Seus Olhos” (Oscar), “Relatos Selvagens” e “Argentina, 1985” (indicados ao Oscar). 

O produtor, escritor e diretor nigeriano Editi Effiong é um dos principais nomes do cinema nigeriano atual. Ele divide, no dia 6, o palco Story Village com seu conterrâneo Enyi Omeruah, co-fundador da EK 782 Films, no painel “Nollywood: Criar e Financiar Histórias Africanas para Audiências Globais”. A estreia de Effiong na direção de longas-metragens aconteceu em 2023, com “The Black Book”, que em pouco tempo se tornou um grande sucesso na Netflix, contabilizando 5,6 milhões de visualizações apenas nos dois primeiros dias. 

Roteirista e cineasta argentino premiado internacionalmente, Armando Bo fala  “Como as Narrativas podem se Conectar ao Futuro?”, no Global Stage, no dia 6, ao lado de Rodrigo Teixeira, um dos produtores brasileiros de maior destaque no cenário nacional e internacional, e da autora, diretora e produtora Carolina Kotscho, que esteve à frente de sucessos como “Flores Raras”, “2 Filhos de Francisco”, “A Teia”, “Hebe” e “Aruanas”.  

Ainda no dia 6, no palco Story Village, os executivos criativos David Levine (“True Detective”, “Game of Thrones”), Maria Angela de Jesus (“Bom Dia, Verônica”, “Coisa Mais Linda” e “Alice”) e Koby Gal Raday (“Fauda”, “Shtisel” e “Your Honor”) vão discutir sobre uma das mais relevantes questões da indústria audiovisual em tempos de aversão ao risco, algoritmos, remakes e spin-offs: “O Futuro do Drama e a Importância de Ousar”. Neste painel, os três grandes líderes da indústria audiovisual global vão falar sobre a importância da originalidade, o estado atual das obras dramáticas e maneiras de revitalizar a indústria por meio da criatividade genuína e da ousadia.

“Uma Conversa com Gastón Duprat e Mariano Cohn, Criadores de Cidadão Ilustre e Meu Querido Zelador” reúne no dia 7, no Story Village, a dupla argentina, responsável pelas séries “O Faz Nada” e “Meu Querido Zelador” e o filme “Cidadão Ilustre”, e que acaba de lançar no streaming a minissérie com produção espanhola “O Museu”. Cohn e Duprat têm se destacado por sua abordagem única e provocadora no audiovisual, e o painel abordará o processo criativo da dupla, suas inspirações e desafios na construção de narrativas que mesclam humor, crítica social e drama. 

Na seara dos grandes hits e megaproduções, o produtor criativo Caleeb Pinkett, conhecido por seu trabalho em “Cobra Kai” e por ter presidido a produtora de Will Smith e de Jada Pinkett por 12 anos, compartilha sua experiência na produção de obras que cativam audiências globais em painel no dia 7, no Global Stage. 

Temas de destaque para o mercado local 

No painel “Visões Criativas: Direitos Autorais e o Futuro do Audiovisual”, que acontece no dia 7, no Story Village, a autora Rosane Svartman, a atriz e produtora Alice Braga, a diretora Gandja Monteiro (“Wandinha”, “The Witcher”) e o roteirista e presidente da Gedar, Thiago Dottori (“Os Outros”, “Turma da Mônica”, “Psi”), abordarão as perspectivas criativas em relação aos direitos autorais e o futuro do audiovisual em busca de um ambiente mais favorável à criação.

No painel “Regulação do Vídeo sob Demanda (VOD) no Brasil: Desafios e Impactos no Mercado Audiovisual”, a Secretária do Audiovisual Joelma Gonzaga, o diretor da Ancine Paulo Alcoforado, o presidente do SICAV Leonardo Edde e Iafa Britz, CEO da Migdal e membro do Conselho Superior de Cinema, examinarão o complexo cenário da regulação do VOD no Brasil, explorando os diversos aspectos que envolvem os direitos de propriedade intelectual, a formação de valor dos conteúdos, a relação com os serviços de infraestrutura, as lacunas regulatórias e os impactos nas dinâmicas do mercado audiovisual brasileiro. 

Entretenimento de impacto 

Em “Narrativas de Impacto – A Criação a Serviço das Mudanças”, no dia 7, no Writer’s Room, especialistas discutem o alcance e potencial de impacto das narrativas como forma de educar, provocar reflexões e catalisar mudanças ambientais, sociais e políticas. Participam do painel Edivan Guajajara, diretor do longa Somos Guardiões”, que contou com Leonardo Di Caprio como um dos produtores e que fala sobre a mobilização de duas lideranças indígenas na proteção de seus territórios; a roteirista e diretora Estela Renner, co-fundadora da produtora Maria Farinha Filmes e uma das autoras da série “Aruanas”, vista por 35 milhões de espectadores por episódio e que abordou temas como a contaminação por mercúrio, exploração sexual infantil e efeitos colaterais da mineração ilegal na Amazônia; Rossana Giesteira, comunicadora e produtora de impacto, fundadora da produtora Vidasoma; e Talita Arruda, fundadora da Fistaile, responsável por campanhas inovadoras de distribuição de impacto. 

Festivalia 

No fim de semana, é a vez da programação especial intitulada Festivalia. Felipe Neto e Gustavo Serra, da Play9, abrem a programação do palco Story Village no sábado, 8, para falar sobre as inovações e tendências emergentes no conteúdo digital, com foco em suas experiências e visões únicas sobre o futuro da Creator Economy. 

Em “Luz, Câmera, ODS”, no sábado, 8, no palco Biodom, a diretora Iara Cardoso e a produtora Alessandra Orofino falam sobre a importância de criar narrativas envolventes e relevantes para produções em vídeo, seja em redes sociais ou curtas e longas-metragens que possam inspirar mudanças positivas e contribuir para a construção de um mundo mais justo, sustentável e equitativo.

No Story Village, no dia 9, grandes autores e diretores do setor – Vilma Melo (“Encantados”), Irmãos Carvalho (“Boa noite, Charles”, “Chico” e “Eu, minha mãe e Wallace”) e Luiz Antônio Pilar (“Lima Barreto, ao terceiro dia” e “Candeia”) se reunirão para falar sobre “Liderança e Protagonismo na Indústria do Audiovisual” e debater sobre a importância e o papel central da diversidade em posições de liderança e sobre como, ao trazer uma representação mais autêntica da maioria da população brasileira para as telas, é possível enriquecer histórias, impulsionar o crescimento do mercado e a circulação de recursos e ampliar o público. 

No House of Brands, o apresentador do SBT Celso Portiolli e o empresário Renato Camargo falam sobre o desenvolvimento do programa “Topa um Acordo”, no SBT, e a estratégia de um veículo de massa para falar com um público altamente descentralizado no painel “Como reinventar os programas de auditório em parceria com marcas”

Criadores do audiovisual 

No palco Writer’s Room, a programação do sábado, 8, conta com os criadores de “Cangaço Novo”, Eduardo Melo e Mariana Bardan, e também com o criador e a diretora de “Os Outros”, Lucas Paraizo e Luisa Lima, duas das séries audiovisuais nacionais de maior sucesso da safra recente. Já no domingo, 9, o criador de “Bom dia, Verônica”, Raphael Montes, e a criadora de “Justiça”, Manuela Dias, também participam de painéis no evento. 

A programação completa está disponível no site

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile