Política
25/07/2019, 23:45

Bolsonaro diz que busca a extinção da Ancine

O presidente Jair Bolsonaro foi incisivo quanto ao futuro da Ancine em declarações dadas pelas redes sociais nesta quinta, 25. Em live no Twitter, o presidente lembrou que já transferiu por decreto a sede da agência reguladora para Brasília e disse que agora busca "a extinção da Ancine".

O presidente, que havia criticado o uso de dinheiro público para a produção de "filmes como Bruna Surfistinha", agora condenou a Ancine por aprovar a captação de recursos incentivados para um filme sobre a sua campanha – "Nem Tudo se Desfaz", de Josias Teófilo, autorizado a captar R$ 530 mil através do Artigo 1ºA da Lei do Audiovisual. Na mesma rede, o presidente postou que, "por coerência", sugeriu que a agência voltasse atrás nessa questão. Teófilo, de inclinação à direita, é o diretor do filme "O Jardim das Aflições", sobre a obra do escritor Olavo de Carvalho.

Segundo o presidente, seria censura proibir a produção de um filme pela sua temática. No entanto, ele afirma que não pode admitir que "esse tipo de filme", ou filme sobre políticos, seja feito com dinheiro público. "Não posso falar o nome de muitos filmes patrocinados pela Ancine no passado. Não posso falar por que tem crianças assistindo a nossa live", finalizou.

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar Giovani disse:

    Nossa classe tem que mostrar para este senhor a importância da Ancine e de nossa indústria urgentemente! Algo está sendo feito? Que absurdo!!!

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top